Giovanna Ewbank sobre ataques sofrido por Titi e Bless: “Combatendo racismo de frente”

Por: Carol Steques | 01/08/22 - 09:03

Os atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso cederam entrevista ao programa “Fantástico“, da TV Globo, nesse último domingo (31). A apresentadora Poliana abriu a reportagem dizendo que um ataque racista e covarde contra duas crianças havia provocado indignação na internet nos últimos dias. Durante esse final de semana, circularam pela web imagens de Giovanna defendendo seus filhos, Titi e Bless, de ofensas racistas sofridas em um restaurante em Portugal. “A agressora é uma mulher branca que também ofendeu outros clientes. Giovanna reagiu e o vídeo viralizou”, declarou a apresentadora Maju Coutinho.

+ Giovanna Ewbank afirma que filhos sofreram racismo em Portugal e que avançou em mulher desrespeitosa

Durante a entrevista, Bruno Gagliasso explicou que eles estavam no restaurante junto com os filhos e amigos, e adoram ir àquele lugar justamente pela representatividade que tem. Porém, no último sábado (30), as crianças, que estavam brincando, acabaram sofrendo ataques racistas. “A gente estava na praia brincando e, de repente, uma das crianças subiu e falou para gente o que tinha acontecido. Nós ficamos bem chateados. E então começou a situação e vocês viram aquelas imagens”, explicou Bruno.

“Quando eu estava dentro do restaurante, a mulher começou a xingar as crianças Titi e Bless, né? E também a família de angolanos que estavam no restaurante que eram mais ou menos uns 15 angolanos”, declarou a atriz.

De acordo com Bruno Gagliasso, o gerente pediu para que a mulher não entrasse no restaurante e fosse embora, mas ela se negou a ir embora e começou a xingar alto e a gente ouviu. Giovanna explico que, quando eles perceberam o que estava acontecendo, o ator saiu da mesa e foi até o gerente com a mulher e mandou chamar a polícia. “Eu vi que estava acontecendo uma movimentação estranha, vi que a família de angolanos estava um pouco recuada e comecei a entender que era algo racial”, declarou Giovanna. “Que eram ofensas racistas”, completou Bruno.

“A mulher estava dizendo muitas coisas. Entre elas, dizendo “pretos imundos”, “voltem para a África”, ressaltou Giovanna. “Portugal não é o lugar para vocês, vão embora daqui”, explicou Bruno. Giovanna não ficou calada diante da situação e defendeu os filhos dos ataques racistas, como podemos ver no vídeo abaixo.

Giovanna ainda falou sobre o racismo estrutural tão presente no dia a dia. “Acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira. Eu sei que eu como mulher branca indo confrontá-la a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair como a louca, a raivosa, como acontecesse com tantas outras mães pretas que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio, mas que são invalidadas e são taxadas como loucas, como se racismo não existisse e está inventando”, explicou a atriz.

“O que será que teria acontecido se eu e minha mulher fôssemos pretos?”, indagou Bruno. “Será que ela teria sido tirada do restaurante? Será que a polícia iria leva-la? Será que teria essa atenção toda se fôssemos pais pretos de crianças pretas”, completou Giovanna.

E como as crianças ficaram diante dos ataques?

Giovana ainda explicou que foi a primeira vez que Titi a viu combatendo o racismo dessa forma. “Foi a primeira vez que a minha filha viu eu combatendo racismo de frente, porque a gente fala muito sobre isso para eles, mas ela nunca tinha me visto combatendo de frente, como foi feito. Ela ficou muito assustada e o Bless não percebeu muita coisa, porque ele tava brincando. Mas a Titi entendeu tudo”, declarou.

Além de Titi e Bless, os atores também são pais de Zyan, de 2 anos. “Você tem um bebê, que é branco e ainda é pequeno. Como vocês pensam em abordar essa questão com ele?”, indagou Maju. “Ele vai estar vivendo. Imagina, com dois anos ele já está numa situação dessa, aonde ele vê a irmã mais velha dele acuada, vendo a mãe e o pai discutindo com uma mulher racista, que está fazendo agressões verbais racistas. Então, ele vai viver e não vai precisar ser introduzido como nós tivemos que ser introduzidos…”, expliocou Giovnna.

A atriz continuou dizendo que é muito cruel pensar que Titi e Bless, de 9 e 7 anos, já precisam ser fortes, mesmo sendo crianças. “Duas crianças, que já estão sendo preparados para combater ao racismo. Sendo que com 9 e 7 anos são duas crianças e deveriam estar vivendo sem pensar em nada. E como milhares de crianças são colocadas nessa situação todos os dias no Brasil, em Portugal, no mundo. E as mães não têm voz para gritar, como eu pude gritar naquele restaurante”, declarou Giovanna.

Confira tudo o que está rolando no mundo dos famosos:

+ Thiago Gagliasso deixa briga de lado e se solidariza pela família do irmão

+ Ex-BBB Camilla de Lucas se pronuncia após atitude de Giovanna Ewbank: “Não temos direito!”

+ Mulher acusada de racismo contra filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso já foi liberada pela polícia, diz jornal português

BOMBOU: ENTENDA A ‘BRIGA’ entre MAÍRA CARDI e o EX-BBB PAULO ANDRÉ