Viva o Gordo: Globo passa reprise do primeiro programa de Jô Soares

Por: Nicole Defillo | 05/08/22 - 19:24

Vai ser difícil não ouvir mais na TV a frase: “Um beijo do gordo”. E para homenagear esse grande ícone do entretenimento, Jô Soares, a Globo vai exibir, de forma inédita, o primeiro programa do apresentador, chamado ‘Viva o Gordo’.

+ Xuxa Meneghel revela que tentou contato com Jô Soares dias antes da sua morte

A atração foi comandada pelo apresentador na emissora do “plim-plim” desde sua estreia em 1981. O quadro era exibido semanalmente, mas somente às segundas-feiras durante a noite.

No ‘Viva o Gordo’, Jô trazia um modelo humorístico comum a época, sendo essa a década de 80, no qual ele tinha uma liberdade criativa para inventar personagens cativantes, bordões inesquecíveis e muito sarcasmo sobre a política e os costumes desse nosso Brasil.

Viva o Gordo: Globo passa reprise do primeiro programa de Jo Soares

Viva o Gordo: Globo passa reprise do primeiro programa de Jô Soares (Foto: Reprodução / Instagram)

Com isso, ele conseguiu emplacar na mente dos telespectadores alguns personagens que se tornaram clássicos, como o Capitão Gay — que aparecia no ‘Viva o Gordo’ sempre acompanhado por seu fiel compadre, Carlos Suely (Eliezer Motta).

Vale ressaltar que a atração clássica da Rede Globo ficou no ar e sendo transmitido na empresa até 1987, até o momento no qual o humorista e apresentador realizou sua mudança para o SBT que, na época, lhe ofereceu um cachê milionário.

Relembre como era o saudoso ‘Viva o Gordo’

Nos anos 1981 até 1987, ‘Viva o Gordo’ era composto por esquetes feitas por Jô Soares e com texto de Max Nunes. Dentre esses programetes, mais de 300 personagens foram criados ao logo dos, aproximados, 6 anos de transmissão na Globo.

O primeiro episódio da atração estreou no dia 09 de março de 1981 e, além do Capitão Gay e do assistente Carlos Suely, Jô conseguiu criar outros personagens que compunham o ‘Viva o Gordo’, sendo:

  • Alice no País das Maravilhas;
  • Reizinho;
  • Ciça (ginasta);
  • Aninha (a cozinheira que apresentava um programa de culinária);
  • Zé da Galera (com seu bordão “Bota ponta, Telê!”);
  • Vovó Naná;
  • Pai Coruja e Dalva Mascarenhas (a mulheríssima).

O último capítulo do programa foi ao ar no dia 15 de dezembro de 1987, para encerrar o ano e a grade horária da emissora.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O QUE ROLA NA TELEVISÃO:

+ Ao vivo, Patrícia Poeta toma atitude inesperada e faz homenagem emocionante à Jô Soares

+ Ana Maria Braga presta homenagem emocionante a Jô Soares e encanta web

+ Em última entrevista, Jô Soares revelou como gostaria de ser lembrado