Sete anos após morte de Cristiano Araújo, pai do cantor faz anúncio revelador e surpreende fãs

Por: David Mesquita | 24/06/22 - 23:16

Nesta sexta-feira (24), completam-se sete anos da morte do sertanejo Cristiano Araújo, vítima de um acidente de carro em 24 de junho de 2015, junto com a namorada. Em entrevista para o portal g1, o pai do cantor sertanejo, João Reis, comunicou que está trabalhando na produção de um álbum póstumo com músicas gravadas pelo artista.

+ Saiba as últimas notícias da música

De acordo com informações do próprio João, o disco será composto por dez canções que seu filho gravou em estúdio. Além disso, algumas das músicas são inéditas e outras terão o apoio de cantores sertanejos como Felipe Araújo, irmão de CristianoJorge [da dupla com Mateus], Zezé [da dupla com Luciano], Leonardo, além de Bruno e Marrone.

“São músicas românticas. Ele sempre teve essa tendência e o disco vai ter essa mesma pegada. É para lançar esse ano. A gente está dependendo de algumas participações de outros artistas, mas a produção está praticamente toda pronta”, informou o pai de Cristiano.

João Reis conta ainda que esse projeto musical tem um significado especial para quem gostava de Cristiano: “É muito importante, não só para mim, mas todos os fãs que têm carinho. Já era para ter lançado o ano passado, mas com a pandemia, atrasamos. Mas estou na expectativa de ainda esse ano terminar esse projeto. Temos uma expectativa muito grande para fazer o lançamento”.

Ele ainda afirmou que está em negociação a produção de um filme sobre a trajetória de Cristiano.

Como aconteceu o acidente que vitimou Cristiano Araújo?

Cristiano Araújo, na época com 29 anos, voltava de um show em Itumbiara, no sul de Goiás, com a namorada, Allana Moraes, de 19, na companhia do motorista Ronaldo Miranda Ribeiro e do empresário Vitor Leonardo, quando o automóvel em que estavam os quatros, saiu da pista e capotou.

O motorista perdeu o controle do carro 21 minutos após fazer uma parada em um posto de combustíveis, a cerca de 57 km do local do capotamento. Dados recolhidos da “caixa preta” do veículo revelam que o automóvel estava a 179km/h, cinco segundos antes do acidente.

Allana morreu no local. Cristiano foi socorrido, mas faleceu quando chegou ao hospital. Os outros dois ocupantes tiveram somente ferimentos.

Após investigações do acidente, o Ministério Público disse que o motorista Ronaldo foi “imperito e negligente”, por dirigir acima da velocidade prevista na rodovia. Ele foi indiciado pela polícia por duplo homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e denunciado pelo MP-GO, sendo também condenado a 2 anos e 7 meses de detenção, em regime aberto, pelo crime.

SAIBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA MÚSICA SERTANEJA:

+ Equipe do sertanejo Conrado, que fazia dupla com Aleksandro, faz anúncio importante aos fãs

+ Fã de Henrique e Juliano faz grave denúncia e expõe o pior durante show da dupla sertaneja

+ Cantora baiana processa novamente Maiara e Maraisa e faz pedido polêmico

Confira tudo que está rolando no mundo dos famosos!