Depois do ataque de racismo contra Tití e Bless, restaurante toma atitude e defende a família!

Por: Marcela Rampini | 01/08/22 - 08:16

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank viveram momentos de muito raiva e tensão ao verem os filhos mais velhos, Títi e Bless, de 9 e 7 anos de idade, sofrerem racismo em um restaurante em uma conhecida praia de Portugal. Foi sob gritos de revolta e xingamentos da atriz, que a mulher, branca, foi presa depois de mandar as crianças e uma família de Angolanos, que também estava no local, voltarem para a África e chamá-los de ‘pretos imundos’. No entanto, pouco tempo depois, apesar da enorme repercussão do caso nas redes sociais, a criminosa, pagou fiança e foi solta.

+ Thiago Gagliasso deixa briga de lado e se solidariza pela família do irmão

O palco de toda a confusão foi o restaurante Clássico Beach Club que garantiu que vai colaborar com as investigações policiais e fez questão de manifestar seu apoio ao casal brasileiro, além dos turistas Angolanos. “O Clássico Beach Club vem pela presente repudiar as condutas criminosas e racistas praticadas por uma mulher branca contra os filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, além de turistas angolanos que estavam no nosso restaurante em Portugal. O Clássico Beach Club prestou toda a assessoria às vítimas e se coloca à disposição para fornecer as imagens e auxiliar na responsabilização da criminosa, que foi presa em flagrante. Lamentamos que em 2022 tais condutas ainda sejam perpetradas e reforçamos nosso compromisso em combater práticas racistas e discriminatórias”, diz a nota publicada na rede social do local.

Por fim, o restaurante ainda avisa que a criminosa, que estava em uma de suas mesas, não poderá mais voltar neste e nos outros restaurantes da rede. “Informamos ainda que esta pessoa está banida dos restaurante da rede“, garantiram. Confira a nota:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Clássico Beach Club (@classicobeachclub)

Entenda o episódio vivido pela família:

Segundo relato da influenciadora, ela decidiu não ficar calada diante de tal situação. Ela foi contida apenas por um amigo e por Bruno, enquanto discutia com a mulher que os discriminou. “Sua filha da p*ta. Você é uma racista nojenta”, afirmou Giovanna, após cuspir na moça.

Giovanna foi falar com a mulher depois de ouvir as palavras discriminatórias nas quais ela pedia para “tirar aqueles pretos imundos dali”, ao se referir às crianças e uma família de angolanos que estava passeando pelo local. “A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais ‘pretos imundos’”, disse o casal, ao declararem que vão prestar queixas formais contra a agressora.

Confira o vídeo completo do momento gravado por um cliente que estava no local:

Leia mais notícias dos famosos:

+ No bumbum, fio-dental de Viih Tube “abaixa” durante passeio de barco e marquinha escapa

+ Morre João Paulo Diniz, filho do empresário Abílio Diniz, aos 58 anos

+ Kelly Key fala sobre polêmica do batom que emagrece e pede desculpa aos fãs

BOMBOU: ENTENDA A ‘BRIGA’ entre MAÍRA CARDI e o EX-BBB PAULO ANDRÉ