Caso Bruno Krupp: Manoel Soares denuncia lei que autorizou modelo a recuperar moto

Por: Carol Steques | 04/08/22 - 14:23

No programa “Encontro”, que foi ao ar nesta quinta-feira (04), os apresentadores Manoel Soares e Patrícia Poeta falaram sobre o caso do modelo Bruno Krupp, que foi preso na manhã desta quarta-feira (03) após atropelar um adolescente de 16 anos, que acabou vindo a óbito.

+ Manoel Soares quebra protocolo e toma atitude emocionante com mulher na plateia do “Encontro”

De acordo com o “Encontro”, no dia 27 de julho, alguns dias antes do acidente, o modelo foi parado em uma blitz, onde estava sem habilitação e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Além disse, seu veículo ainda estava sem placa. Porém, mesmo com todas essas circunstâncias, Bruno Krupp conseguiu recuperar a sua motocicleta que havia sido apreendida, ao apresentar um motorista habilitado.

Em 2021, o Código de Trânsito Brasileiro foi modificado, permitindo que o veículo pudesse ser recuperado três dias após o condutor ser parado pela Lei Seca—o que aconteceu com Bruno Krupp. Após recuperar a moto, Bruno causou o acidente que acabou matando um adolescente. O jornalista Manoel Soares criticou essa modificação na lei.

Manoel Soares comenta caso de Bruno Krupp durante o “Encontro” (Fonte: Reprodução/TV Globo)

“Às vezes a lei nem sempre tá certa, porque a gente vive num contexto delicado em que um cidadão consegue ficar livre, e em outros contextos um cidadão que pega um detergente passa anos na cadeia”, afirmou Manoel.

Manoel Soares ainda fez uma reflexão sobre o funcionamento das leis no Brasil. “Existe sim uma distorção e quase que uma seletividade da lei na hora de fazer. Então isso é preocupante”, concluiu o jornalista.

Entenda o caso Bruno Krupp

O modelo Bruno Krupp foi preso nesta quarta-feira (04) ao causar um acidente de moto onde um jovem de 16 anos acabou sendo atropelado e morto. De acordo com informações da 16ª DP da Barra da Tijuca, que estava responsável pelo caso, Bruno não tinha carteira de habilitação.

A Assessoria de Imprensa da Polícia Civil divulgou um comunicado sobre o ocorrido. “O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca) inicialmente como lesão corporal na direção de veículo automotor, mas com a morte da vítima será investigado como homicídio culposo na direção de veículo automotor. A perícia foi realizada no local e a motocicleta foi apreendida. O condutor da moto está hospitalizado e será ouvido assim que receber alta médica. De acordo com os agentes, ele não tem habilitação. As investigações estão em andamento para esclarecimento de todos os fatos”, anunciou a assessoria.

Saiba as últimas novidades da TV:

+ “Casamento às Cegas”: segunda temporada ganha data de estreia. Saiba quando!

+ “Ilha Record”: Votação coloca rivais em Desafio de Sobrevivência

+ Animação clássica da Disney estreia em setembro