Infertilidade: a difícil batalha enfrentada por mulheres que sonham em ser mãe

Por: Rosy Canci | 30/06/22 - 18:21

A infertilidade é um fantasma que atormenta muitas mulheres no Brasil e no mundo. A batalha enfrentada por quem tem o sonho de ser mãe, mas sofre com o problema da infertilidade, é grande.

+ Noticias sobre Beleza & Estilo você vê aqui

Está cada vez mais comum ver histórias de casais passando por este momento difícil, o de descobrir a infertilidade, muitas pessoas se sentem sozinhas e se perguntam o porque, acham que são as únicas que enfrentam esse problema, mas essa não é a realidade. Com a internet e as redes sociais, ficamos sabendo de inúmeros casais que enfrentam ou enfrentaram problemas de infertilidade, inclusive muitas famosas como: as cantoras Ivete Sangalo, Celine Dion e Mariah Carey; a apresentadora Fatima Bernardes; as atrizes Carolina Ferraz, Karina Bacchi, Bianca Rinaldi, Dira Paes e a influencer e empresária Kim Kardashian. Elas já passaram por essa batalha e compartilharam informações sobre as dificuldades que tiveram para engravidar, todas conseguiram realizar o sonho de ser mãe, através de tratamentos, pois, existem vários fatores que causam a infertilidade.

Se você, querida leitora da Metropolitana FM, está passando por essa batalha, ou tem dúvidas sobre o assunto, continue lendo essa matéria, pois, conversamos com um médico especialista em infertilidade, o Dr. Mauricio Abrão, que é ginecologista, professor de Ginecologia da Faculdade de Medicina da USP, presidente da Associação Americana de Ginecologia Laparoscópica (AAGL) e o primeiro médico de fora dos EUA, a assumir a posição global, e ele trouxemos vários esclarecimentos sobre o assunto.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Kim Kardashian (@kimkardashian)

Metropolitana FM: O que causa a infertilidade?

Dr. Mauricio Abrão: A infertilidade pode ser causada por diversos fatores que vão desde a idade, doenças hormonais, anatômicas, autoimunes, genéticas e até infecciosas. Aliás, uma das principais causas é a endometriose.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Mariah Carey (@mariahcarey)

Metropolitana FM: Como detectar a infertilidade?

Dr. Mauricio Abrão: A infertilidade feminina pode ser definida quando o casal não consegue engravidar após 12 meses tendo relações sexuais e não fazendo o uso de nenhum método contraceptivo. Mulheres com 35 anos ou mais, após seis meses de tentativas, também precisam procurar um médico para detectar o problema. Porém, é preciso realizar alguns exames para ter o diagnóstico preciso.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Veveta (@ivetesangalo)

Metropolitana FM: Tem como descobrir precocemente a infertilidade? Se sim, como?

Dr. Mauricio Abrão: Sim. Por meio de exames que avaliam as condições anatômicas do sistema reprodutor feminino, da reserva ovariana e questões hormonais.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Karina Bacchi (@karinabacchi)

Metropolitana FM: Quais os tratamentos para infertilidade?

Dr. Mauricio Abrão: Primeiramente, é necessário realizar a indução da ovulação, que é um processo que se faz para facilitar a produção e liberação de óvulos pelos ovários para que seja possível a fecundação por espermatozoide. Depois deste processo, a inseminação artificial, fertilização in vitro (FIV) e a criopreservação de óvulos podem ser realizados.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Fátima Bernardes (@fatimabernardes)

Metropolitana FM: A infertilidade pode ser hereditária?

Dr. Mauricio Abrão: Sim. Isso acontece pois algumas doenças ou outros problemas ligados à infertilidade, podem surgir por causa de uma pré-disposição à determinada doença ou até mesmo a partir de características sanguíneas.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Céline Dion (@celinedion)

Metropolitana FM: Com quantos anos a mulher deve começar a se preocupar com esse assunto?

Dr. Mauricio Abrão: Em qualquer momento desde que o casal esteja tentando engravidar por mais de 6 meses a um ano e, especialmente, após os 30 anos, quando deve se ter atenção especial a reserva ovariana.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Bianca Rinaldi (@biancarinaldireal)

Metropolitana FM: Qual a porcentagem de mulheres no Brasil que tem problemas de infertilidade?

Dr. Mauricio Abrão: De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 15% dos casais em idade reprodutiva podem ter dificuldade para engravidar. Desta porcentagem, 30% provêm das mulheres, 30% dos homens, 25% de ambos e 15% não tem causa aparente.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Carolina Ferraz (@carolinaferraz)

Metropolitana FM: Quanto mais idade avançamada, maior a probabilidade de ser infértil?

Dr. Mauricio Abrão: Sim. Isso acontece porque todas as mulheres nascem com uma quantidade finita de óvulos – aproximadamente 2 milhões. Na primeira menstruação, esse número cai para 500 mil. Aos 42 anos, por exemplo, já está abaixo dos 25 mil. Mas, com a tecnologia que temos hoje, é possível sim uma mulher engravidar após os 40 anos, caso não tenha entrado na menopausa e nem tenha uma doença no aparelho reprodutor.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Dira Paes (@dirapaes)

Metropolitana FM: Quanto tempo de tratamento para conseguir engravidar?

Dr. Mauricio Abrão: A fertilização in vitro e a inseminação artificial duram, em média, de 15 a 30 dias. Mas, o período entre as primeiras avaliações do casal e o exame de gravidez pode demorar até 45 dias.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Mariah Carey (@mariahcarey)

Metropolitana FM: A gravidez é de risco?

Dr. Mauricio Abrão: Os cuidados do pré-natal após os tratamentos de fertilização necessitam de maior atenção nos três primeiros meses de gestação. Isso porque, a mulher recebe uma quantidade significativa de medicamentos durante o processo. Mas, do terceiro mês em diante, os cuidados devem ser encarados da mesma forma que uma gestação natural.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Kim Kardashian (@kimkardashian)

Metropolitana FM: Mesmo tratando, a mulher corre o risco de não engravidar ou ter abortos?

Dr. Mauricio Abrão: Sim. Existem mulheres que não respondem bem à estimulação ovariana ou que a qualidade embrionária é ruim. Ou também, pacientes em idade avançada, fumantes, com menopausa precoce ou que apresentem doenças no sistema reprodutivo, como endometriose, que têm mais chances de não engravidar ou abortar.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Céline Dion (@celinedion)

Saiba tudo o que está rolando na vida dos famosos aqui na Metropolitana FM:

+ Acabou! Fátima Bernardes sai do Encontro, chora ao vivo e faz desabafo inesperado

+ Bombou! Geisy Arruda é barrada de reality show por motivo inusitado

+ Power Couple: Michele e Bruno, Brenda e Matheus e Eliza e Hadson estão na DR

Confira tudo que está rolando no mundo dos famosos!