BBB 24: Bin Laden fala sobre passado e expõe que orou por anos para deixar de ter opiniões homofóbicas

Por: Camilla Tochetto | 11/01/24 - 18:57
Atualizado: 11/01/24 - 19:11

Em conversa com Isabelle e Davi, na tarde desta quinta-feira (11), perto da piscina do BBB 24, MC Bin Laden abriu o coração sobre o seu passado pessoal. Na ocasião, o funkeiro explicou que precisou trabalhar sua fé para poder lidar diariamente com seus antigos pensamentos preconceituosos.

+ BBB 24: Wanessa chama Yasmin Brunet, fala que suas roupas estão afastando os brothers e modelo toma atitude

“Eu orei quatro anos pra Deus me ensinar a amar o próximo. E amar o próximo é sentir a dor da pessoa, se colocar no lugar. Porque eu precisava mudar a opinião de uns ‘bagulhos’, de pensamentos, de opinião homofóbica, de preconceito, de uns bagulhos que não procedia”, disparou o funkeiro. “Não é um bagulho de jogo, de nada, é de coração mesmo. Fica entre nós. Você é brabo, cara”, concluiu.

Fique por dentro de TUDO o que acontece no BBB 24:

+ BBB 24: Após Vinícius ‘se assustar’ com bumbum de Yasmin, mãe do brother se pronuncia na web: “Tentação”

+ BBB 24: Beatriz não lembra das câmeras, expõe que é virgem e sister toma atitude chocante: “Já viu um pint*?”

+ BBB 24: Vinicius revela que está de olho em duas sisters e cogita investida no romance: “Na mira”

MC Bin Laden faz revelações íntimas

Na madrugada desta quinta-feira (09) MC Bin Laden abriu o jogo sobre sua vida íntima e deixou os colegas de confinamento chocados! Sem papas na língua, o cantor afirmou que “aguenta no tranco” por cerca de seis horas, deixando Fernanda impressionada com a declaração.

Na sequência, revelou que faz uso de ‘tadalafila’ [medicamento de uso oral indicado para a disfunção erétil cujo efeito era capaz de durar por mais de 36 horas] para melhorar o desempenho na academia. “Quando passa de quatro, a mulher pensa ‘mano, você não tá normal’. Quando passa de 6 horas, deve pensar ‘mano, certeza que você tomou’…”, disse o funkeiro.

Logo, Fernanda questionou como ele aguentava tanto tempo. “Eu tomo porque estou na academia e é manipulado. Eu não tomo porque tenho libido baixa. Eu fico desconfortável se ficar numa situação onde que tem outras pessoas e vou ficar on-line”, respondeu.

Luigi comentou que tem amigos que também fazem o uso do medicamento, mas que prefere não utilizar. “Eu sou escorpiano. Sou um cara que, se pudesse, passava todo o dia trans*ndo, o dia todo… Gosto pra caralh*! Ninguém é uma máquina e não existe uma máquina”, respondeu Bin Laden.