Robinho é condenado a 9 anos de prisão por violência sexual em grupo e caso viraliza: “Justiça!”

Por: Laís | 19/01/22 - 13:33

Segundo informações do ‘GE’, o jogador Robinho foi condenado em última instância pela Corte de Cassação da Itália nesta quarta feira (19) a nove anos de prisão por violência sexual em grupo. O amigo do atleta, Ricardo Falco, recebeu a mesma pena e a sentença sai em até 30 dias.

O julgamento ocorreu na Corte de Cassação de Roma, nas leis italianas, seria equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil. Nesta manhã, Robinho e seus advogados apresentaram um último recurso, mas o pedido foi negado pelas autoridades.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Robinho (@robinho)

No entanto, vale lembrar que mesmo condenado, Robinho e Falco só poderão ser presos se realizarem viagens para o exterior (não à Itália, mas em qualquer país da União Européia, desde que o Estado Italiano emita um pedido de prisão internacional).

Isto ocorre porque a Constituição de 1988 proíbe que brasileiros sejam entregues por crimes cometidos em outros países. Além disso, o tratado de cooperação judiciária em matéria penal entre Brasil e Itália, assinado em 1989, não prevê que uma condenação imposta pela justiça italiana seja aplicada em território brasileiro.

ENTENDA O CASO:

Robinho, do Atlético Mineiro, foi condenado a nove anos de prisão na Itália por violência sexual. A acusação é por conta de um caso em uma boate de Milão em janeiro de 2013. Na época, o atleta estava jogando pelo Milan. O “Corriere dello Sport” afirma que Robinho conheceu a mulher em questão em janeiro de 2013, em um jantar em Milão. Na ocasião, ele estava com amigos e a esposa. O estupro teria acontecido nesta mesma noite, mas a denúncia foi feita meses depois.

LEIA TAMBÉM:

Sônia Abrão expõe tudo sobre Tadeu Schmidt no BBB22 e faz revelação chocante: “Vai ter que dosar”

Bárbara Heck, do BBB22, é proibida de exercer profissão e motivo choca web: “Inacreditável”

Confira tudo o que rolou no mundo dos famosos: