Anitta desabafa sobre ação da polícia no Rio de Janeiro: “Cor da pele e endereço”

A artista citou a chacina ocorrida em Jacarezinho, no Rio de Janeiro

Por: Laís Mylla | 09 maio - 11:13

A cantora Anitta usou sua conta do Twitter para desabafar sobre as operações policiais no Rio de Janeiro. Na ocasião, a artista citou a chacina ocorrida no bairro de Jacarezinho, onde 25 pessoas foram mortas.

Em seu perfil na rede social, ela atribuiu o motivo da ação à cor de pele e condição social das vítimas: “A polícia brasileira desafia a justiça máxima do próprio país para matar. A cor da pele e o endereço define quem vai morrer. Ontem, isso ficou ainda mais evidente, quando 25 pessoas foram assassinadas de forma brutal e ilegalmente na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro”, desabafou.

Em seguida, a artista cobrou uma resposta das autoridades envolvidas e questionou o motivo pelo qual os moradores da comunidade faleceram: “Com isso, o Rio ganhou a maior chacina de sua história. Das 25 pessoas mortas, 13 delas não eram investigadas pelo motivo que levou a polícia civil até à favela. Por que elas morreram? Por que tantas vidas foram postas em risco?”, escreveu.

Recentemente, foi apontado pelos internautas que apesar da grande divulgação em programas musicais nos EUA, “Girl From Rio”, o mais novo hit da Anitta, deve ficar de fora da parada da Billboard Hot 100 em sua semana de estreia.

Um perfil no Twitter faz previsões sobre a parada Hot 100 da Billboard e, nas contagens, “Girl From Rio” não aparece entre as cem músicas mais consumidas no mercado musical norte-americano. Leia mais!

LEIA TAMBÉM:

Marido de Paulo Gustavo homenageia ator no Dia das Mães: “Maiores mães da minha vida!”

Tatá Werneck anuncia afastamento do Twitter após onda de críticas: “Magoa muito”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos: