Acusada de ser mandante do assassinato do marido, Flordelis é presa e nega crime: “Não fiz isso”

A informação é do portal 'G1'

Por: Laís Silva | 13 agosto - 19:13

Segundo informações do portal ‘G1’, a ex-deputada federal Flordelis foi presa  pela Polícia Civil nesta sexta feira (13), por volta das 18h40, em sua casa na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro. A pastora é acusada de ser a mandante do crime contra a vida do pastor e marido Anderson, que foi assassinado na porta de casa em 16 de junho de 2019.

Em seu Instagram Stories, Flordelis gravou um vídeo antes de ser conduzida para Delegacia de Homicídios de Niterói, onde chegou por volta das 19h15. Na gravação, ela voltou a negar as acusações: “Olá gente, chegou o dia que ninguém desejaria chegar. Estou indo presa por algo que eu não fiz, por algo que eu não pratiquei. Eu não sei para quê, mas estou indo com força e com a força de vocês. Orem por mim. Orem, orem. Uma corrente de oração na internet. Busquem a Deus, está bom? Um beijo, amo vocês”, disse.

Em seu feed da rede social, ela reforçou o recado: “[…] Estou indo presa, mas estou indo de cabeça erguida, porque eu sei que não fiz nada. Eu não cometi nenhum crime, eu não mandei matar o pastor Anderson Carmo. Eu não fiz isso. Eu não sou nenhuma assassina. Eu não sou mandante de nenhum crime. Eu não sei pra quê Deus está permitindo eu passar tudo isso, mas eu sei que pra tudo Deus tem um propósito”, disse ela. Confira:

LEIA TAMBÉM:

Sílvio Santos é internado após testar positivo para Covid-19: “Está clinicamente bem”

Assessoria de Luísa Sonza não irá se pronunciar sobre rumores de término com Vitão, diz portal

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você