Entenda por que Tik Tok e WeChat ameaçam segurança dos EUA

Aplicativos serão banidos do país no domingo

Por: Laís Myla | 18 setembro - 13:51

Nesta sexta feira (18), o departamento de Comércio dos Estados Unidos anunciou que o download dos aplicativos chineses ‘Tik Tok’ e ‘WeChat’ serão proibidos no país a partir do próximo domingo (20).

O governo do presidente Donald Trump alegou que os dois aplicativos trazem riscos a segurança nacional do país. A justificativa dos Estados Unidos para as novas limitações consiste em se proteger do Partido Comunista da China, que poderia usar as duas plataformas para conseguir dados sigilosos.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por President Donald J. Trump (@realdonaldtrump) em

É importante ressaltar que cada um receberá uma limitação diferente, porque de acordo com o governo dos Estados Unidos os dois oferecem riscos diferentes.

O WeChat será completamente banido já a partir do domingo. No entanto, o TikTok terá até o dia 12 de novembro para entrar em um acordo com os Estados Unidos, referente a questões de violação das normas. Se até essa data, o problema não for resolvido, ele também será completamente proibido.

“Cada um coleta vastas faixas de dados de usuários, incluindo atividade de rede, dados de localização e históricos de navegação e pesquisa. Cada um é um participante ativo na fusão civil-militar da China e está sujeito à cooperação obrigatória com os serviços de inteligência do PCCh (Partido Comunista da China)”, apontou o comunicado do departamento de Comércio dos EUA.

LEIA TAMBÉM:

TikTok e WeChat serão bloqueados nos EUA a partir deste domingo (20)

“Músicas de sexta”: Single de Justin Bieber, feat. de Anitta com Cardi B e faixa de Gusttavo Lima

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos: