Deu ruim! Babal Guimarães é condenado por violência doméstica e sentença choca influenciador

Por: Nicole Defillo | 12/01/24 - 16:06

O influenciador Babal Guimarães, cunhado de Carlinhos Maia, enfrenta a condenação pelo crime de lesão corporal após agredir sua ex-esposa, Tereza Santos Costa, em 2019, antes de iniciar um relacionamento com Emily Garcia.

+ BBB 24: Fala de brothers sobre corpo de Yasmin Brunet causa revolta na web: “Que nojo!”

O recurso interposto pela defesa do influenciador foi negado pela Justiça, resultando em sua consideração oficial como culpado e a perda do status de réu primário. Em virtude dessa decisão, Babal Guimarães está sujeito a restrições, como não poder sair após as 22h e a impossibilidade de realizar viagens.

Segundo o juiz José Eduardo Nobre Carlos, as evidências apresentadas pela ex-mulher comprovam que Babal Guimarães agiu de maneira premeditada ao invadir a residência da vítima para perpetrar a agressão. O magistrado destaca que o agressor agiu com frieza, desferindo diversos golpes no rosto e na cabeça da vítima, além de jogá-la contra a parede e grade.

Foto: Reprodução

Veja mais sobre o mundo dos famosos: 

+ Gil do Vigor é parado por imigração nos Estados Unidos e toma atitude chocante: “Foi o dia mais humilhante”

+ BBB 24: Paredão formado! Confira quem está na primeira berlinda da temporada

+ BBB 24: Prova do Líder! Deniziane é a última participante a deixar o desafio

Veja mais detalhes sobre o caso!

Na tentativa de se defender, Babal Guimarães alegou que agiu sob “forte emoção” devido ao término do relacionamento, ocorrido um mês antes das agressões. Ele afirmou ter ingerido álcool horas antes e visitado a casa da ex-mulher na tentativa de reconciliação, movido por ciúmes e suspeitas infundadas.

Entretanto, a Justiça considerou que a narrativa de Babal não se sustenta diante das próprias ações do influencer, registradas por câmeras de segurança em Penedo, interior de Alagoas. Ao pular o muro da residência, o irmão de Lucas Guimarães agrediu a mulher, conforme relatado no processo, que descreveu tapas, rasteira, murros e puxões de cabelo. O relacionamento do casal, que durou sete anos, havia terminado um mês antes das agressões.

Assim, o juiz José Eduardo Nobre Carlos proferiu a sentença condenatória, impondo a Babal Guimarães uma pena definitiva de um ano, quatro meses e nove dias de detenção em regime aberto, restringindo suas atividades ao trabalho e estudo, proibindo saídas após as 22h e nos fins de semana, além de vetar viagens.