Exclusivo: Existe um lado bom de ser traído? Bruno Montaleone comenta sucesso em streaming

Por: Mariana Silva Coelho | 27/11/23 - 20:43
Atualizado: 28/11/23 - 01:08

Aos 27 anos, Bruno Montaleone se destaca no mercado audiovisual com papéis-chave em filmes de várias plataformas de streaming. O ator protagonizou ‘Perdida’, sucesso baseado em livro de Carina Rissi, na Disney+. Na televisão, o artista brilhou em produções como ‘Verdades Secretas II’ e ‘Amor Perfeito’.

+ A Fazenda 15: Cezar Black desanima com indireta de Alicia X em dinâmica e prevê cancelamento do público

Em entrevista exclusiva para a Metropolitana FM, Bruno falou sobre o seu mais recente trabalho, ‘O Lado Bom de Ser Traída’, na Netflix. O ator deu vida ao personagem Thiago, o vilão de um filme permeado de suspense, romance, drama e ação, em que contracena com Giovanna Lancellotti.

Confira a entrevista completa abaixo:

Para você, existe um lado bom de ser traído?

Depende. Pode ser um livramento, pode ser só horrível também. Há diferentes tipos de traição, eu sei é que no momento em que acontece é muito ruim hahaha. Mas tento olhar para as coisas ruins que me acontecem como um aprendizado, afinal, é o que podemos tirar daquela situação.

Brincadeiras à parte, como foi a preparação para dar vida a Thiago?

– Não tivemos muito tempo, mas foi eficiente. Havia aquela parte mecânica de ensaiar as cenas de ação. Mas pra construção do personagem, tentei me basear na figura do Patrick Bateman, mais jogado para um lado Faria Lima. Sinceramente, minha vida pessoal estava confusa e tentei canalizar os meus problemas e o que estava sentindo pro personagem, foi uma aproximação interessante pessoalmente falando.

O que você mais se identifica, e menos se identifica com o personagem?

– Não tenho identificação com o Thiago não, rs. Acho ele um sujeito desprezível, corrupto, sádico e psicopata. Mas o legal da minha profissão é poder mergulhar em lugares que eu nunca possivelmente encararia na minha vida. O lado obscuro da vida me atrai de alguma forma, e sempre quis explorar isso com a minha profissão. É muito louco ver a que lugares e que tipo de atitudes alguém pode ter por se ver em uma situação sem saída.

Essa não é a primeira vez que você está em um projeto com uma história intrigante e cheia de sensualidade. Você sentiu falta de estar nas cenas de sexo?

– Desde que li o roteiro, quis dar vida ao Thiago, se eu tivesse que escolher algum personagem para interpretar seria ele. Além de um papel muito interessante e o mais maduro que fiz até hoje (até então nunca tinha interpretado alguém com mais idade do que eu), ele é também diferente de tudo que interpretei anteriormente. As cenas de sexo, se dentro de um contexto e importantes pra contar uma história, não são uma grande questão pra mim. Mas, no caso do Thiago, não tinha muito a ver com a sua narrativa dentro daquela história, então, elas nunca existiram e eu acho que nem teria porque incluir.

Você já interpretou outro personagem de um livro. Para você, quais são as maiores diferenças entre o Ian Clarke e o Thiago?

– Nossa, muitas! Ian é o mais próximo de um homem virtuoso, honroso e com caráter que já interpretei. Ian é o mocinho, e Thiago, apesar de se disfarçar de um, é o vilão. São pontos de partida diferentes.

Como foi a recepção dos fãs dos livros? Você recebeu muitos comentários?

– Sim! A melhor parte é dar de encontro com depoimentos de leitores felizes pela adaptação. Sabemos o quanto um livro pode ser especial pra alguém, e quando tenho a chance de fazer uma adaptação, tenho uma certa responsabilidade para com a história. Tento não deixar isso pesar de uma forma negativa no trabalho, mas fico com isso em mente.

‘Perdida’ faz parte de uma série de livros. Você voltaria a interpretar Ian Clarke?

– Certamente! Foi um personagem muito importante pra mim e adoraria dar continuidade à saga, há muito o que explorar. Pelo o que li, todos os personagens vão ganhando protagonismo e eu adoraria ver meus parceiros de cena brilhando nas suas respectivas personagens!

Você tem projetos tanto na TV quanto nas plataformas de streamings. Para você, qual é a maior diferença entre os projetos?

– Na TV claramente estamos lidando com obras abertas, então, é uma forma diferente de se aproximar da história, personagem etc. É difícil de fazer, mas também é prazeroso. Numa série geralmente temos a história fechada, já sabendo o desfecho, arco do seu personagem e como tudo termina. São aproximações diferentes.

Como foi trabalhar em ‘Amor Perfeito’?

– Foi divertido, era uma história linda, em novelas sempre temos a chance de contracenar com atores que admiramos e assistimos bastante, e esse é um grande prazer da minha profissão. Repetir minha parceria com a Zezé, formar família com Paulo Betti, Thiago Lacerda e Paulo Mendes foi uma grande felicidade.

No folhetim, você interpretou Ivan, irmão do personagem de Thiago Lacerda e filho dos atores Paulo Betti e Zezé Polessa. Como era a dinâmica nos bastidores?

– Nossa, muito prazerosa. Nós amávamos as cenas de família e nos divertíamos muito gravando as cenas. Como eu disse antes, é muito gratificante para um ator poder trabalhar com gigantes da profissão, e isso era o meu dia a dia nesse período. Esses encontros fazem tudo valer a pena.

E a recepção do público? Você notou alguma diferença entre os espectadores dos streamings e das novelas?

– O Streaming pode nos dar um alcance global, coisa que antes era quase inimaginável. É muito legal receber mensagens de pessoas de qualquer lugar do globo. Mas eu adoro comunicar pro meu país também, e as novelas nos possibilitam esse alcance gigante no Brasil. Eu fico feliz em poder passear pelos dois.

Já está trabalhando em algum projeto futuro? Pode nos dar spoilers?

– Tenho alguns bons trabalhos em negociação, mas nada ainda pode ser antecipado sobre, já que não foram fechados. Em paralelo, posso já contar que pretendo dar início aos meus projetos autorais e tenho um curta em mente pra fazer ainda esse ano, quero me exercitar, de certa forma, em áreas diferentes. Bruno também precisa dar a sua desligada de vez em quando, então, aproveitarei esses últimos dias do ano pra isso. Mas prometo que volto com muito gás pro que vier para 2024!

Saiba o que está rolando na TV e no mundo dos Famosos:

+ Fuzuê: Proposta tentadora! Bebel faz convite inesperado e deixa Luna dividida

+ Caso Ana Hickmann: Advogado de Alexandre Correa se pronuncia sobre acusações de fraude e expõe tudo

+ A Fazenda 15: Em meio a briga generalizada, Jaquelline Grohalski acaba com estratégia de Cézar Black: “O tiro saiu pela culatra”