Twitter recebe multa de US$ 42 milhões da Rússia

O país afirma que a rede social não exclui conteúdos proibidos no site

Por: Adriane Garotti | 02 abril - 16:50

Nesta sexta-feira (02), a Rússia multou o Twitter com um valor de US$ 42 milhões após pedir para que a rede social retirasse do site os conteúdos que são considerados proibidos como uso de drogas, suicídio e pornografia infantil. 

O decreto foi determinado pelo tribunal russo depois de uma longa discussão entre o país e o Twitter. No último mês, a Rússia já tinha tomado atitudes para tentar pressionar o site a realizar as exclusões necessárias, mas nada aconteceu. O próprio Twitter comentou sobre o caso e informou que não tem conhecimento de divulgação desse tipo de conteúdo. 

Logo de passarinho azul do Twitter

(Foto: Reprodução/ Freepik)

De acordo com órgãos de fiscalização da capital de Moscou, o Twitter estaria permitindo que mais de 3.168 entradas de assuntos proibidos chegassem ao site. Os dados são ainda mais exatos quando analisados por categorias de conteúdos considerados ilegais, sendo 2.569 sobre suicídio, 450 sobre pornografia infantil e 149 de incentivo a uso de drogas. 

A Rússia, tentando atingir seu objetivo nesse embate, começou a informar que iria reduzir a capacidade de carregamento das fotos e vídeos dentro do site, porém apenas na plataforma para desktop. Depois de algum tempo partiu para uma ameaça mais rígida, dizendo que seria possível o Twitter ser totalmente bloqueado no país. 

O Twitter afirmou que tais medidas feitas pela Rússia podem ser consideradas maneiras de violar a liberdade de expressão. Também garantiu que o site não está promovendo conteúdos do tipo e, como sempre, segue mantendo a fiscalização eficaz dentro da rede social para que os usuários não tenham acesso a esse tipo de assunto.

LEIA MAIS:

Twitter disponibiliza os “Twemojis” no seu recurso Fleets

Twitter está trabalhando em um botão para desfazer ou editar publicações

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você