Procon-SP notifica Facebook para mais esclarecimentos sobre a nova política de privacidade do WhatsApp

Uma reunião já chegou a ser realizada ontem. O órgão acredita que nem todos os pontos sobre as mudanças estejam claros

Por: Gabrielle Gonçalves | 23 abril - 23:34

Nesta sexta-feira (23), o Procon-SP anunciou que vai notificar o Facebook para prestar novos esclarecimentos sobre a nova política de privacidade do WhatsApp, que entra em vigor no dia 15 de maio. Uma reunião já chegou a ser realizada ontem (22) para discutir o tema, mas o órgão acredita que ainda há alguns pontos a serem esclarecidos.

Foto: Pixabay

No encontro, que foi realizado de forma virtual, o diretor do Procon-SP, Fernando Capez, indagou a empresa dona do WhatsApp sobre temas como consentimento do usuário, se todos serão atingidos pela mudança e as limitações para os que não aderirem às novas regras.

Agora, o órgão de Defesa do Consumidor quer saber o porquê de o Facebook não manter no Brasil a política que adotou na União Europeia e na Inglaterra. Por lá, o WhatsApp Business não compartilha informações com a rede social – a versão para negócios está em uma plataforma separada.

Outro questionamento será sobre a mudança na política de privacidade, tanto no tipo de conta que já existe, que é de interlocução com um titular do WhatsApp apenas, quanto no novo tipo de conta – o WhatsApp Business – que é de interlocução com uma conta comercial acessada por vários titulares.

O Facebook também deverá informar o tipo de aviso de caráter preventivo que planeja fazer para os usuários das contas WhatsApp Business. Isto é: se será possível que a conta seja compartilhada com o Facebook enquanto prestador de serviço; e se, no caso de compartilhamento dos dados, será autorizado acesso ao histórico de informações anterior ao dia 15 de maio sem que haja consentimento expresso do usuário.

Nova política de privacidade

As novas regras do WhatsApp determinam um compartilhamento de dados dos usuários com outras empresas do mesmo grupo do Facebook. As pessoas que não concordarem, não poderão mais ler ou enviar mensagens, mas ainda irão receber chamadas e notificações por “um curto período de tempo”.

LEIA MAIS:

Prazo para aceitar nova política de uso do WhatsApp está se esgotando

WhatsApp Beta recebe função para acelerar mensagens de voz

Facebook adiciona política de “inspiração” para o feed de sua plataforma

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: