Dados vazados mostram que Mark Zuckerberg tinha conta no Signal, rival do WhatsApp

Zuckerberg é dono do WhatsApp desde 2014. Conta foi apagada depois que a informação veio a público

Por: Gabrielle Gonçalves | 06 abril - 22:51

Nesta semana, um vazamento expôs dados de mais de 500 milhões de usuários do Facebook em fóruns de hackers. Entre essas pessoas, estava ninguém menos que o criador da rede social, Mark Zuckerberg. Depois que ele teve o número vazado, um pesquisador descobriu que Zuckerberg tinha uma conta no Signal, rival do WhatsApp.

O criador do Facebook também é dono do WhatsApp desde 2014. O Signal é um aplicativo de mensagens que possui criptografia de ponta a ponta, com código aberto, em todas as conversas e chamadas de áudio e vídeo. A informação de que Mark Zuckerberg estava utilizando o mensageiro foi divulgada pelo pesquisador de segurança cibernética Dave Walker.

“Em outra virada de eventos, Mark Zuckerberg também respeita sua própria privacidade, usando um aplicativo de bate-papo que tem criptografia de ponta a ponta e não é propriedade de @facebook. Este é o número associado à sua conta do vazamento recente do Facebook”, disse ele.

A conta oficial do Signal no Twitter resolveu brincar com a situação. “Com o prazo de aceitação dos Termos de Serviço do WhatsApp de 15 de maio se aproximando rapidamente, Mark dá o exemplo”, tuitou.

A nova política de privacidade do WhatsApp, a qual o tuíte do Signal se refere, prevê um compartilhamento dos dados dos usuários com o Facebook. Ela começa a valer em 15 de Maio deste ano, e as pessoas que não concordarem com as alterações não poderão ler ou enviar mensagens, mas irão receber chamadas e notificações por “um curto espaço de tempo”.

De acordo com uma publicação feita no blog do WhatsApp, a atualização não afetará “a privacidade e a segurança” de mensagens e chamadas pessoais, que ainda serão protegidas por criptografia de ponta a ponta. De acordo com o anúncio, nem o WhatsApp, nem o Facebook poderão ler ou ouvi-las.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você