Xiaomi Mi Mix Fold com tela dobrável vendeu mais de 30 mil unidades em 1 minuto na China

Mesmo sendo um dos aparelhos mais caros da marca, o smartphone gerou uma receita de R$ 343 milhões em 60 segundos

Por: Gabrielle Gonçalves | 18 abril - 15:16

No mês passado, durante seu evento anual de lançamento, a Xiaomi anunciou o seu primeiro smartphone com tela dobrável, o Xiaomi Mi Mix Fold. Apesar de ser um dos aparelhos mais caros da marca, o telefone fez muito sucesso na China. De acordo com a empresa, o Mi Mix Fold gerou uma receita de mais de 400 milhões de yuans (cerca de R$ 343 milhões) somente no primeiro minuto de venda.

Foto: Divulgação/Xiaomi

O número equivale a um total de 30 mil a 40 mil unidades (cerca de 500 smartphones por segundo). Para se ter uma noção, o Xiaomi Mi Mix Fold é vendido em 3 versões:

  • 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento, por 9.999 yuans (R$ 8.500)
  • 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento, por 10.999 yuans (R$ 9.215)
  • 16 GB de RAM, 512 GB de armazenamento e acabamento em cerâmica, por 12.999 yuans (R$ 11.080)

Todos os aparelhos do modelo possuem tela AMOLED de 6,52” (2.520 x 840 pixels) e taxa de atualização de 90Hz na parte externa. O Mi Mix Fold tem painel OLED secundário de 8,01″, compatível com HDR10+ e Dolby Vision, resolução WQHD+ (2480 x 1860 pixels) e taxa de atualização de 60 Hz.

O dispositivo é alimentado por um chipset Snapdragon 888, que será complementado pelo Butterfly Cooling System para uma saída de desempenho uniforme e consistente. Por fim, o smartphone dobrável possui uma bateria de 5.020 mAh com suporte para carregamento rápido de 67 W, que promete uma carga completa em 37 minutos.

O diferencial é a sua lente líquida de 8 MP, com distância focal de 80 mm e foco mínimo de 3 cm. O raio de curvatura do sensor pode ser alterado para oferecer zoom óptico de 3x, telefoto de até 30x ou reduzir a distância mínima de foco.

Ainda não há previsão de quando o Mi Mix Fold será lançado em outros países.

LEIA MAIS:

Xiaomi e Oppo se juntaram ao Google na fabricação de seus próprios chipsets

Xiaomi: MIJIA Fresh Air Air Conditioner Pro é o novo ar-condicionado da marca

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: