Primeira corrida paga em dinheiro no Uber vai exigir identidade do cliente

O aplicativo busca uma garantia de segurança para os motoristas parceiros

Por: Adriane Garotti | 31 março - 19:17

O Uber, aplicativo de transporte privado, vai passar a exigir que os clientes que optarem por pagar suas primeiras viagens com dinheiro em espécie, tenham que apresentar previamente algum documento que contenha o número do CPF. Essa nova medida visa aumentar a segurança dos motoristas de aplicativo e diminuir a possibilidade de golpes na hora do pagamento. 

Antes, não era necessário apresentar RG ou CNH, mas agora a medida vai exigir para que possa ocorrer uma vigilância maior da confirmação de dados do passageiro. Caso ele se recuse a pagar a corrida ou algo do tipo, a empresa Uber vai conseguir rastrear a pessoa através dos dados previamente cadastrados no sistema. 

Logo do aplicativo Uber

(Foto: Divulgação/Uber)

Quem utiliza o aplicativo com pagamento em cartões de crédito ou débito não vai precisar se preocupar em apresentar os documentos. Pois, a partir do momento que o cliente cadastra seu cartão no app, dados como CPF já são automaticamente preenchidos e guardados para possíveis problemas que venham ocorrer. Além disso, o pagamento por cartão é realizado de forma automática.

Cidades como Petrolina (PE), Juiz de Fora (MG) e Feira de Santana (BA) já estavam em teste para essa nova medida. Porém, agora vai passar a ser obrigatória em todo o restante do Brasil. O Uber também está expandindo essa medida para outros países.

LEIA MAIS:

Uber elétrico é um opção para passageiros do Reino Unido

Facebook, Uber e Microsoft planejam a volta de seus funcionários aos escritórios

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você