LG também vai encerrar a fabricação de monitores e notebooks em Taubaté (SP)

Fábrica vai ser fechada e a produção vai ser transferida para Manaus (AM). Cerca de 700 funcionários devem ser demitidos

Por: Gabrielle Gonçalves | 07 abril - 20:45

Depois de anunciar a saída do mercado de smartphones no mundo todo, a LG afirmou na última terça-feira (6) que vai fechar a fábrica em Taubaté, interior de São Paulo. A divisão era responsável pela fabricação dos celulares e também de notebooks e monitores.

Foto: Pixabay

Já era esperado que o setor de smartphones de Taubaté fosse fechado e que cerca de 400 funcionários fossem prejudicados com a decisão. Mas agora a empresa vai transferir o outro setor para Manaus, no Amazonas. Com isso, quase 700 funcionários devem ser demitidos.

Na última segunda-feira (5), depois do anúncio do fim da unidade, a multinacional havia dito que manteria a produção de monitores e notebooks na cidade paulista. Nesta terça, contudo, em reunião com o Sindicato dos Metalúrgicos, a LG afirmou que só vai manter em Taubaté o seu call center.

Ao sindicato, a empresa diz que tomou a decisão uma vez que tem isenções fiscais no Amazonas e que não dispõe dos mesmos benefícios em São Paulo. A entidade terá novas reuniões com a LG até essa sexta-feira (9) para buscar reverter a situação.

Na zona franca de Manaus, a empresa sul-coreana produz aparelhos de ar-condicionado, geladeiras e outros eletrodomésticos da linha branca.

LEIA MAIS:

LG é notificada pelo Procon-SP sobre o fim da fabricação de smartphones

Mesmo após fim da fabricação de smartphones, LG afirma que Android 12 pode chegar em alguns dispositivos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você