iPhones conseguirão rastrear objetos perdidos de outras marcas

Novidade começou a valer para os usuários dos Estados Unidos e inclui produtos da Belkin, Chipolo e VanMoof

Por: Gabrielle Gonçalves | 07 abril - 23:05

A Apple está abrindo sua rede de rastreamento “Buscar” para empresas terceirizadas, assim como havia prometido no ano passado. Com o app, é possível rastrear os dispositivos da marca que foram perdidos ou roubados e estão conectados a uma mesma conta do iCloud.

Foto: Divulgação/Apple Suport

Agora, outras empresas poderão conectar seus hardwares ao suporte do iPhone. A novidade já começou a funcionar para os usuários dos Estados Unidos e inclui produtos das marcas Belkin, Chipolo e VanMoof. Os dispositivos poderão ser rastreados assim como qualquer aparelho da Apple.

A fabricante diz que os dispositivos de terceiros que procuram adicionar suporte terão que se inscrever por meio do programa Made for iPhone (MFi, “feito para iPhone”). A novidade só vale para acessórios que são compatíveis com o smartphone, como as bicicletas elétricas da VanMoof, o chip da Chipolo e o tripé da Belkin.

Além disso, a Apple anunciou que estaria oferecendo uma especificação de chipset para empresas de hardware terceirizadas para integração com os sistemas de banda ultra larga (UVW, na sigla em inglês) dos telefones mais recentes para um rastreamento ainda mais preciso no futuro. Rumores também apontam que ela estaria investindo no seu próprio sistema de UVW.

Ainda não há previsão de quando a novidade deve chegar ao Brasil e quais outras marcas serão incluídas no “Buscar”. Seria interessante, no entanto, que, no futuro, qualquer dispositivo que conecte ao iPhone pudesse ser rastreado por ele.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: