Especialista faz alerta para apps falsos do Auxílio Emergencial na PlayStore

Alguns aplicativos prometem consultas e calendários do benefício, mas podem ser perigosos

Por: Gabrielle Gonçalves | 20 abril - 21:39

Quem vai receber o Auxílio Emergencial precisa ficar atento com aplicativos falsos disponíveis para download na PlayStore, loja oficial do Android. Em seu Twitter, o especialista de segurança da Kaspersky, Fabio Assolini, trouxe um alerta para apps falsos que prometem consultas e calendários sobre o pagamento.

Enquanto alguns desses programas não pedem nenhum dado pessoal, outros solicitam o número do PIS dos indivíduos. Mas a grande maioria, em comum, exibe muitas propagandas indesejadas – muitas vezes, que não têm nada a ver com o auxílio. Como o Auxílio Emergencial é tema de interesse para muitas pessoas, isso garante maior visualização aos anunciantes.

Assolini também observa que, no futuro, alguns desses apps podem se tornar maliciosos. “Basta soltar uma atualização e fazer com que o app peça dados pessoais. […] São apps inúteis que comprometem sua privacidade e colocam seus dados em risco. Fique esperto!”, avisa o especialista.

Onde posso acompanhar o Auxílio Emergencial?

O Auxílio Emergencial já está disponível para algumas pessoas em 2021. O novo benefício será pago em 4 parcelas, de abril até julho. As famílias chefiadas por mulheres receberão R$ 375 por mês. Pessoas que vivem sozinhas receberão valores de R$ 150. Enquanto isso, famílias que não são chefiadas por mulheres receberão R$ 250.

Os pagamentos para pessoas nascidas entre janeiro e junho já foram disponibilizados ao longo deste mês. Nesta terça-feira (20), o Governo Federal liberou a parcela para os nascidos em julho. Confira todas as datas no calendário a seguir:

Foto: Divulgação/Caixa

No site do Ministério da Cidadania, é possível descobrir se você terá acesso ao Auxílio Emergencial ou não. O benefício também pode ser consultado no site oficial. O aplicativo do Caixa Tem é usado para conferir os depósitos. Ele pode ser baixado gratuitamente na PlayStore ou na AppStore.

LEIA MAIS:

Pagamento do auxílio emergencial é liberado para novos grupos

Para a maior parte dos beneficiários, 75% do auxílio emergencial é destinado a compra de alimentos

Auxílio emergencial representa somente 10% do valor necessário para a compra de cesta básica, diz estudo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você