Casal consegue hackear máquina de sorvetes do McDonald’s nos Estados Unidos

A descoberta foi muito útil, mas desagradou as empresas envolvidas

Por: Adriane Garotti | 24 abril - 19:33

As máquinas de sorvetes do McDonald’s nos Estados Unidos estão sempre se tornando memes por nunca estarem funcionando da maneira adequada. Como elas estão sempre quebradas, um casal decidiu desenvolver um dispositivo que conseguisse  monitorar o funcionamento delas e as possíveis falhas. 

Entretanto, a empresa chamada Taylor, que fabrica as máquinas de sorvetes pelo valor de US$ 18 mil, e o próprio McDonald’s, que compra o equipamento e paga pela manutenção, não gostaram muito dessa ideia. Eles afirmam que esse dispositivo tecnológico, chamado Kytch, acaba invadindo as “informações confidenciais” das máquinas. 

Símbolo do McDonald’s vermelho e amarelo

(Foto: Reprodução/Pixabay)

Como funciona? 

O casal Jeremy O’Sullivan e Melissa Nelson conseguiram criar o Kytch, um dispositivo que funciona através de uma instalação e conexão com a rede WiFi. Através desse processo, eles conseguem ter acesso a uma senha que leva para interface da máquina de sorvetes, no qual apresenta as soluções para os possíveis problemas naquele momento – ponto principal que faz muitas dessas máquinas não estarem funcionando na maioria das vezes. 

As empresas

Por enquanto, não foram reveladas muitas novidades pelo site Wired sobre a que ponto está essa história. Porém, o fast food afirmou que esse aparelho desenvolvido pelo casal pode chegar a causar “sérios danos humanos”. Os rumores indicam que O’Sullivan e Nelson estão pensando em processar o McDonald’s, já que tudo indica que o dispositivo foi entregue para a produtora Taylor, para que passe por uma nova engenharia da empresa – a mesma nega o recebimento do aparelho. 

Fonte: site Wired

LEIA MAIS:

Confira como o FBI conseguiu entrar no IPhone de um atirador

Homem que planejava explodir data center da Amazon é preso nos EUA

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: