Amazon aumenta salários para mais de 500 mil funcionários

Depois de muitas reclamações, Amazon resolve rever salários de seus funcionários

Por: Aline Rocha Lemos | 29 abril - 06:00

A Amazon anunciou nesta quarta-feira (28), o reajuste do salário de seus trabalhadores. O aumento será para mais de 500 mil funcionários e começará a partir de maio.

Depois de muitas polêmicas dos funcionários com a Amazon, dizendo que ela atrasa os pagamentos, que não paga corretamente como deveria, e que maltrata os trabalhadores, dentre outros, a empresa resolve reajustar os salários deles. Além disso, depois do fracasso da votação do sindicato no Alabama, mais centros de atendimento estão tentando se sindicalizar.

Em um comentário a vice-presidente de recursos humanos da Amazon, Darcie Henry, disse “Mais de 500.000 pessoas verão um aumento entre pelos menos 50 centavos e US$ 3 por hora, o que é um investimento de mais de US$ 1 bilhão em salários incrementais para esse funcionários. Isso se soma ao nosso salário inicial já líder do setor de pelo menos US$ 15 por hora e aos mais de US$ 2,5 bilhões que investimos no ano passado em bônus e incentivo adicionais para equipes de linha de frente.”, afirma.

Essa notícia do reajuste chega um dia antes dos lucros da empresa que acontece hoje, quinta-feira (29), e logo após um trabalhador demitido da Amazon que está tentando sindicalizar outros funcionários do depósito após a votação fracassara do sindicato em Alabama.

A Amazon cita também, que estará contratando “dezenas de milhares de empregos em nossas operações nos Estados Unidos, e estamos procurando ótimas pessoas para de juntarem às nossas equipes de atendimento ao cliente, entrega, classificação de pacotes e atendimento especializado”.

LEIA MAIS:

Brasileira cria skill da Alexa contra violência doméstica e vence concurso da Amazon

Aplicativos do Office e OneNote chega em tablets Fire da Amazon

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: