Funcionários da LG de Taubaté suspendem greve

A negociação com a empresa foi retomada e deve se estender até a próxima sexta-feira (23)

Por: Gabriel Figueiredo Monteiro. | 19 abril - 18:54

Parados desde a última segunda-feira (12) por conta do encerramento de dois setores na fábrica da LG de Taubaté, funcionário votaram hoje uma proposta de conciliação e retornaram ao trabalho.

A votação aconteceu logo pela manhã na portaria da fábrica e, uma vez aceita a conciliação, os funcionários voltaram ao trabalho.

A proposta foi acordada em conjunto do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau) em uma audiência do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) na última sexta-feira (16).

Seguindo a proposta, os dias de paralização não serão descontados dos salários dos funcionários e o sindicato entrará em uma nova rodada de negociações com a LG que se estenderá até a próxima sexta-feira, 23 de abril.

“Vamos retomar a negociação iniciando da última proposta. Ou seja, você já começa com aquilo que tinha conquistado e avança. Esperamos que essas discussões possam contemplar todos os trabalhadores e trabalhadoras”, garantiu o presidente do Sindmetau, Claudio Batista.

Também ficou acordada a realização de uma reunião ampliada para discutir a permanência da divisão de produção de monitores em Taubaté.

Com o fechamento mundial da divisão de celulares, a LG planeja deslocar a produção de monitores para sua fábrica no Polo Industrial de Manaus, onde há mais incentivos tributários.

Devem participar dessa negociação o Sindmetau, a própria LG, o Ministério Público do Trabalho e os legislativos estadual e municipal.

Segundo o sindicato, a saída desses dois setores custarão, diretamente, 700 postos de emprego e mais 430funcionários de empresas terceirizadas devem ser afetados.

Veja também:

Funcionários da fábrica da LG recusam acordo e mantêm greve

Fábricas entram em greve depois da decisão da LG de sair do mercado de smartphones

Escassez de placas de vídeo deve continuar ao longo de 2021

Falta de microchips prejudica indústrias pelo mundo

Samsung diz que deve pular Galaxy Note este ano

 

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: