BYD apresenta nova plataforma modular para carros elétricos

Novo projeto será aberto para outras fabricantes e, segundo a montadora, une inteligência, eficiência, segurança e estética

Por: Gabriel Figueiredo Monteiro. | 21 abril - 18:44

A gigante chinesa de carros elétricos, BYD, aproveitou o Salão do Automóvel de Xangai para introduzir ao mercado sua nova plataforma modular para carros elétricos, que deve servir de base para os próximos lançamentos da marca.

Chamada de E-Platform 3.0, foi anunciada como um projeto aberto e será disponibilizado para outras fabricantes de caros elétricos que quiserem usá-la em seus modelos.

Segundo a empresa, o novo projeto une fatores como inteligência, eficiência, segurança e estética e inaugura um sistema operacional inteiramente renovado e totalmente aberto aos desenvolvedores. Ele poderá ser atualizados e expandido.

A arquitetura elétrica também foi revista. Integrada com a nova tecnologia de baterias LFP  (lítio, ferro e fosfato) de 800 V, lançada pela marca no ano passado, permitirá um carregamento super-veloz que pode entregar até 145 km de autonomia em cinco minutos de carga.

As baterias serão integradas à própria estrutura do carro, o que confere maior resistência e espaço para os desenvolvedores.

O sistema de propulsão também recebeu novo módulo e, segundo a BYD, carros montados sobre a nova plataforma poderão bater a marca de 100 km/h e até 2,9 segundos, um número impressionante para qualquer modelo a combustão.

Foto da plataforma no salão de Xangai

Foto: divulgação/BYD

A autonomia mencionada é de até 1000 km por carga. No entanto, esse número pode ser bem menor uma vez que a métrica utilizada para traçar essa média é diferente da que usamos no Brasil e outros lugares do mundo. Mesmo não tão impressionantes, podem ser ótimos números de autonomia se compararmos com outras plataformas e modelos do mercado.

Para países que sofrem com severos invernos e baixas temperaturas, a empresa anunciou que reviu a bomba de calor para aumentar a autonomia nessas situações. O ganho de eficiência energética será de, aproximadamente 10%.

A nova estrutura também alongou a distância entre os eixos e rebaixou o centro de gravidade. Essa mudanças conferirão, respectivamente, mais espaço e controle aos modelos desenvolvidos sobre a plataforma.

A BYD não deixou claro quando os novos modelos equipados com a E-Platform 3.0 chegarão ao mercado, mas antecipou que serão apresentados “em um futuro próximo”.

Veja também:

Até 2025, 25% das vendas da BMW na China serão carros elétrico

França quer lançar projeto que incentive a troca de carros por bicicletas elétricas

BMW pode começar a produzir baterias para EVs na Argentina

A montadora de veículos EV Rivian faz parceria com a Samsung SDI para fornecimento de baterias

Montadoras e startups estão dando segunda vida útil para baterias EV

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você