BMW pode começar a produzir baterias para EVs na Argentina

A empresa já anunciou um investimento de U$ 334 milhões para a extração de lítio no país

Por: Gabriel Figueiredo Monteiro. | 08 abril - 14:42

Uma semana após anunciar um investimento de 334 milhões de dólares na extração de lítio de solo argentino, o grupo BMW dá novos sinais de que quer investir na eletromobilidade do país.

A informação foi passada pelo CEO do BMW Group América Latina, Alexander W Wehr. segundo ele, há a intenção de iniciar a produção de baterias para carros elétricos e híbrido no próprio país: “Faz muito sentido a produção de baterias se aproximar da fonte de matéria prima”.

Por enquanto, o lítio extraído na Argentina seguirá à Europa para ser processado, mas, no futuro, a empresa planeja aproveitar a infraestrutura no país para encurtar esse processo.

Carros elétricos e híbridos da marca ainda não são vendidos no mercado Argentino. Segundo Wehr, a BMW espera um ambiente mais maduro para inserir seu catálogo de eletrificados no país. “A Argentina precisa de incentivos fiscais para a compra de carros, mas, também, de infraestrutura como carregadores nas vias públicas e acessos especiais a estacionamentos e rodovias para que a vantagem  desse tipo de mobilidade mais sustentável seja disseminada entre os consumidores.”

A vinda desses modelos também depende da negociação com importadores.

Por enquanto, a criação dessa linha de produção de baterias no país latino ainda não está confirmada e ainda  deve encarar alguns obstáculos legais e políticos para vingar.

Veja também:

Segway Apex H2 é primeira moto híbrida a hidrogênio do mundo

Futuro elétrico: Confira tudo sobre os carros elétricos, e quais estão sendo produzidos no Brasil

Montadoras e startups estão dando segunda vida útil para baterias EV

Novo carro elétrico da Mercedes fará 770 km com apenas uma carga, e pode concorrer com a Tesla

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você