Apple pode desenvolver pés retráteis para os MacBooks

A intenção é melhorar a circulação de ar na base que fica quente

Por: Adriane Garotti | 27 março - 18:04

A Apple está querendo desenvolver MacBooks com pés retráteis para que o fluxo de ar melhore na base dos aparelhos. O local que mais esquenta no laptop poderia ter uma melhor refrigeração com a circulação de ar proporcionada pela elevação na superfície que o aparelho esteja apoiado. 

As informações do registro de patente dessa nova tecnologia da marca foram divulgadas pelo órgão americano USPTO, que faz registro de propriedade intelectual. 

Ilustração simulando os pés retráteis do MacBook

(Foto: Reprodução/Patently Apple)

Não foi confirmado o lançamento dos MacBooks com base retráteis, por isso não existe nada dito pela própria Apple, mas esse recurso como forma de solução para o aquecimento dos dispositivos já são usados por marcas tipo a ASUS.

 

Todo esse processo aconteceria de forma “inteligente”, por mecanismo próprio, ou seja, a partir do momento que os sensores do notebook sinalizasse que a temperatura estivesse aumentando, os pés retráteis já iniciaram os trabalhos e elevariam o aparelho para que o ar circulasse. 

Há rumores de que a elevação que essa novidade vai criar nos laptops pode, também, servir para a Apple conseguir deixar o MacBook ainda mais fino. Além disso, esse mecanismo pode ser útil por deixar o aparelho num ângulo que proporciona mais conforto para o usuário.

A ideia seria transferir as entradas USB, leitores de cartões, entrada de fone e carregador para a base do aparelho, já que os pés retráteis proporcionaram essa possibilidade de ganho de espaço.

LEIA MAIS: 

Apple sofre novo processo nos EUA envolvendo teclados borboleta de MacBooks

Saiba tudo sobre o Chip M1 da Apple, que promete grande revolução para marca

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: