Prédios em São Paulo deverão ter pontos de recarga para carros elétricos

Lei n° 17.336/2020 entra em vigor no próximo dia 31

Por: Gabrielle Gonçalves | 26 março - 21:45

A partir do dia 31 de Março, entra em vigor, em São Paulo, a Lei n° 17.336/2020, que dispõe da obrigatoriedade de pontos de recarga para veículos elétricos nos prédios da cidade. A legislação vale para todos os edifícios construídos a partir desta data.

Foto: Pixabay

Construções em andamento não precisam atender à regra. A exigência também não se aplica a programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos desde que comprovada as impossibilidades técnica ou econômica.

A lei também determina que a medição e a cobrança da energia consumida sejam individualizadas para cada usuário do ponto de recarga. As tarifas deverão seguir os mesmos procedimentos adotados pelas concessionárias de energia elétrica.

Segundo uma reportagem do site UOL, a compra de um carregador para carro elétrico varia entre 6 mil e 10 mil reais. A norma não exige, porém, que exista pontos de instalações para todos os veículos do prédio. Mas, as edificações devem atender às normas técnicas vigentes e gerenciar as demandas. Apesar do preço dos carregadores, o aumento nos valores do aluguel e da compra dos apartamentos é refutado pelo Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (SECOVI-SP).

Atualmente, existem mais de 40 mil automóveis elétricos no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE). Só no Estado de São Paulo, no ano passado, foram comprados cerca de 7 mil. Entre as marcas que já oferecem esse tipo de produto estão, por exemplo, Renault, Audi, Mercedes, Volvo, Mini e JAC Motors.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você