Preço do Dogecoin sobe mais de 400% nesta semana

Valor de mercado da criptomoeda também ultrapassou US$ 44,3 bilhões. Um dos motivos da alta foram os tweets recentes de Elon Musk

Por: Gabrielle Gonçalves | 17 abril - 12:30

A Dogecoin viu seu preço disparar várias vezes durante esta semana. Inspirada no meme doge, que traz uma imagem de um cachorro da raça Shiba Inu com várias frases sem sentido, a criptomoeda foi criada em 2013, como uma sátira à Bitcoin. No início desta semana, a moeda valia menos de US$ 0,01. Hoje, ela está sendo cotada em US$ 0,263, segundo o site CurrencyRate.

Foto: Marco Verch/Flickr

Vale lembrar que as criptomoedas são muito voláteis. Na mesma intensidade que sobem, elas também diminuem o seu valor. Na sexta-feira (16), a Dogecoin chegou a valer US$ 0,397 – o que representa um recorde no preço. Desde o começo da semana, ela cresceu mais de 400%.

Apesar de ter um custo baixo, que representa menos de 1 dólar, a Dogecoin é uma das criptomoedas mais valiosas do mundo. Ontem, o seu valor de mercado ultrapassou os US$ 44,3 bilhões.

Um dos fatores que motivou à alta da Dogecoin foram alguns tweets de um dos homens mais ricos do mundo – o bilionário Elon Musk, dono da Tesla e da SpaceX. Ontem, ele respondeu com um emoji de olhos à uma publicação que havia feito em julho do ano passado que indicava que os padrões da criptomoeda eram superiores aos do sistema financeiro global.

Um dia antes, Musk já tinha publicado uma outra mensagem em que dizia “Doge barking at the Moon” (“Cachorro latindo para a Lua”, em tradução), acompanhada de uma pintura do artista espanhol Joan Miró. O tweet foi um trocadilho entre o nome do quadro que, em inglês, é “Dog barking at the Moon” e a Dogecoin.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: