Há 60 anos, homem ia ao espaço pela primeira vez

Em 12 de abril de 1961, Yuri Gagarin colocava a URSS um passo à frente na corrida espacial

Por: Gabrielle Gonçalves | 12 abril - 20:26

Em 12 de Abril de 1961, o cosmonauta soviético Yuri Gagarin era o primeiro homem lançado à órbita da Terra. Em plena Guerra Fria, a ação foi um passo largo da União Soviética em relação aos Estados Unidos. Há exatos 60 anos, a data deu origem a um feriado na Rússia: o Dia do Cosmonauta, celebrado hoje.

Foto: Reprodução/ESA/Twitter

Gagarin foi ao espaço a bordo da nave Vostok 1, uma cápsula de 4,4 metros de comprimento com 2,4 metros de diâmetro e peso de 4.725 quilos. Em um voo com duração de 108 minutos, o cosmonauta deu uma volta em torno do planeta. “Vejo a Terra. Ela é azul”, disse ele, em respostas fragmentadas, via rádio, ao comando na Terra.

Yuri Gagarin, de apenas 27 anos, se tornou um símbolo da corrida espacial entre União Soviética e Estados Unidos. Antes disso, a URSS foi o primeiro país a colocar um satélite em órbita, em 1957 – o Sputnik. Em 1969, foi a vez dos EUA em dar um passo à frente na briga pela exploração do espaço, com Neil Armstrong indo à Lua. Gagarin não pôde assistir – ele morreu aos 34 anos, em 1968, em um acidente aéreo.

Comemorações

Na última sexta-feira (9), em homenagem a Gagarin, um voo tripulado foi enviado à Estação Espacial Internacional, com dois cosmonautas russos e um americano. De lá, se uniram e saudaram os “108 minutos lendários, que viraram um exemplo de heroísmo”, disse um deles, Oleg Novitski.

Outras celebrações aconteceram em toda a Rússia. Nesta segunda, o presidente Vladimir Putin viajou a Engels, onde o cosmonauta soviético pousou. Uma cerimônia também aconteceu na Plataforma de Gagarin (de onde a Vostok foi lançada, em 1961). A conferência contou com delegações estrangeiras, incluindo o primeiro-ministro do Cazaquistão, Askar Mamin.

Nos últimos 60 anos desde o primeiro lançamento, a Rússia continua lançando pessoas ao espaço. Mas, no ano passado, o país perdeu o monopólio que tinha dos voos à Estação Espacial Internacional para a empresa americana SpaceX, do bilionário Elon Musk.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

 

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você