Metropolitana FM

Ford vai lançar seu novo recurso de direção chamado “mãos-livres” e aumentará concorrência com as rivais GM e Tesla

A fabricante de automóveis Ford irá estrear seu novo recurso de direção viva-voz na picape 2021 F-150 e em alguns modelos 2021 Mustang Mach-E por meio de uma atualização de software ainda este ano. O software chama BlueCruise.

A empresa criou um novo recurso para seus carros chamado “mãos-livres”, onde o motorista não precisará se preocupar ao direcionar as rotas em sua carro, um software que a Ford está desenvolvendo fará essa função. Esse sistema irá usar câmeras, sensores de radar e software para fornecer uma combinação de controle adaptável, centralização de faixa e reconhecimento de sinal de velocidade.

A montadora desenvolveu esse sistema para rivalizar com sistemas semelhantes da Tesla e GM. A Ford está claramente com o objetivo de competir ou conquistar participação no mercado das empresas GM e Tesla, as duas empresas com o ADAS mais conhecido e capaz. Convencer seus clientes que compensa a despesa será fundamental para a sua meta interna de vender mais de 100.000 veículos equipados com BlueCruise no primeiro ano.

O novo recurso passou por cerca de 500.00 milhas de testes para desenvolvimento, a Ford enfatizou em seu anúncio e Tweet de seu CEO, Jim Farley em uma escavação não tão sutil na abordagem da Tesla de lançar software beta para os clientes. O sistema possui uma câmera na cabine que monitora o olhar e a posição da cabeça para ajudar a garantir que os olhos do motorista permaneçam na estrada.

O sistema viva-voz está disponível nos veículos com a tecnologia Pilot360 da Ford, e funcionará apenas em alguns trechos de rodovias divididas. A empresa diz que o sistema de software será implementado ainda este ano, em mais de 160.000 quilômetros de rodovias da América do Norte.

O software BlueCruise custa US$ 600 que inclui um período de serviço por três anos. O valor da atualização do hardware dependerá do veículo. O BlueCruise é fornecido como padrão nas variantes CA Route 1, Premium e First Edition do Mustang Mach-E.

O GM Super Cruise usa a combinação de dados de mapa linear, GPS de alta precisão, câmeras e sensores de radar, e um sistema de atenção ao motorista, que monitora a pessoa ao volante para garantir que ela esteja atenta.

O recurso Autopilot da Tesla também combina sensores, câmeras e radar, com poder de computação e software. O piloto automático da Tesla, dirige, acelera e freia automaticamente dentro de sua faixa, ela também usa um sensor de toque no volante para determinar se o motorista está prestando atenção.

A Ford confirma que seu sistema se comunica com os motoristas de diferentes maneiras, incluindo a exibição de texto e sinais de luz azul no painel de instrumentos, o que ela diz ser eficaz para pessoas com daltonismo.

LEIA MAIS:

Carros da Tesla têm comando de voz secreto para “abrir o orifício”

Dono de Mustang Mach-E recebe ameaças de proprietários de Tesla

Novo carro elétrico da Mercedes fará 770 km com apenas uma carga, e pode concorrer com a Tesla

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

BOMBOU!

Você também vai gostar: