Apple Glass pode ter tecnologia contra acidentes e impactos

Marca registrou pedido de patente que pode estar relacionado aos seus supostos smart óculos

Por: Gabrielle Gonçalves | 22 março - 23:27

Nos últimos, a Apple patenteou uma série de novos recursos para os seus supostos smart óculos, o Apple Glass. Uma das medidas registradas busca minimizar acidentes e impactos ao avisar aos usuários sobre colisões com objetos sem que eles precisem tirar o aparelho. As informações são do Apple Insider.

A Apple ainda não anunciou oficialmente a produção do Apple Glass. Contudo, sites estrangeiros já haviam vazado no mês passado alguns detalhes que indicariam que a marca está trabalhando no dispositivo. Agora, em um pedido de patente recém revelado, a fabricante do iPhone afirmou: “Enquanto o usuário está total ou parcialmente imerso em um ambiente de realidade virtual de objetos virtuais, os objetos físicos no ambiente físico circundante continuam a existir”.

De acordo com a empresa, as soluções anteriores para isso resumiam-se ao usuário tirar o fone de ouvido, por exemplo, quando suspeita que está prestes a pisar em seu cachorro. “No entanto, à medida que as experiências se tornam cada vez mais imersivas, o usuário pode ser incapaz de sentir essas interações indesejáveis ​​rápido o suficiente para evitá-las”, diz o documento.

A nova proposta da Apple se resume a uma espécie de efeito imagem a imagem – o usuário do “Apple Glass” está passeando por um cenário totalmente virtual, mas pode ter uma visão ao vivo de seus arredores reais. A patente trata-se do momento em que o usuário seria acionado da possibilidade de impacto. Contudo, os objetivos são mantê-lo em sua experiência de realidade aumentada até que ele realmente precise ser alertado para problemas do mundo real.

Para evitar acidentes e colisões com os objetos, uma das ideias descritas no documento também trata de toques hápticos – relacionados ao tato. O “Head-Mounted Display With Haptic Output” (Dispositivo montado na cabeça com saída tátil, em tradução livre) combinaria toques e pressão à qualquer experiência de áudio ou vídeo que o usuário estaria tendo.

Alertas como este ou avisos de tráfego iminente também estão relacionados ao último pedido de patente. O Apple Glass precisaria saber onde está a concentração do usuário, e isso normalmente é determinado pela leitura para onde seus olhos estão olhando.

Reprodução/Apple Insider

O Apple Glass

Neste ano, surgiram rumores de que a Apple estaria trabalhando em uns supostos “smart óculos”. As informações foram divulgadas pela revista Nikkei Asia. A Apple estaria operando em total sigilo em um complexo secreto, localizado na cidade de Taoyuan, em Taiwan.

O aparelho teria painel com tecnologia micro OLED, de alta resolução, maior performance, espessura menor e menos gasto de energia – características consideradas essenciais num dispositivo de realidade aumentada. A expectativa é que o Apple Glass seja parecido com os óculos comuns, porém com visores integrados que deverão conter informações de  mensagens, notificações e direções de mapas diretamente na lente.

Uma das questões que foram levantadas pela Apple na patente trata-se de uma imersão àquele que pretende ouvir músicas. A ideia envolve uma exibição na tela que interaja com o som para criar uma experiência mais imersiva. “Embora a música seja normalmente uma experiência de áudio, o conteúdo lírico, a dinâmica do som ou outros recursos se prestam a uma experiência visual complementar. Experiências audiovisuais disponíveis anteriormente, como vídeos musicais e/ou visualizações de áudio algorítmicas, não são realmente imersivos e/ou não são personalizados para um ambiente de usuário”, afirmou a marca.

As lentes também são outra preocupação da Apple. A estrutura tem sido pensada para ajustar a distância das lentes e se encaixar perfeitamente em qualquer rosto. “Normalmente, duas lentes são incluídas para exibir imagens ligeiramente diferentes para cada um dos olhos do usuário, de acordo com as técnicas de visão estereoscópica. Um mecanismo de ajuste pode ser incluído para permitir alterar a distância entre as duas lentes de modo que elas fiquem aproximadamente alinhadas em relação aos olhos”, disse a fabricante.

Ainda segundo rumores, a Apple planeja lançar um headset de realidade virtual e aumentada em um futuro próximo. As expectativas são para que a empresa lance um visor de realidade virtual no ano que vem e um Apple Glass em 2023.

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: