Rita Lee - Biografia, Últimas Notícias, Curiosidades, Idade e muito mais!

Rita Lee é uma cantora brasileira e a “Rainha do Rock Brasileiro”

O que faz: Cantora

Onde nasceu: 31/12/1947 (idade 74 Anos), São Paulo, SP

Onde mora atualmente: São Paulo, SP

Signo: Capricórnio

Elemento do Signo: Terra

Biografia Rita Lee

Rita Lee Jones de Carvalho OMC, mais conhecida como Rita Lee ou como a Rainha do Rock Brasileiro, é uma atriz, ativista, cantora, compositora, escritora e multi-instrumentista brasileira, filha caçula de Romilda Padula e do dentista Charles Fenley Jones, o casal teve mais duas filhas: Mary Lee Jones e Virgínia Lee Jones.

A cantora tem ascendência norte-americana por parte de pai e italiana pela família materna, Charles Fenley Jones era paulista e descendente de imigrantes norte-americanos confederados do Alabama e do Tennessee, enquanto Romilda Padula era paulista e filha de imigrantes italianos. O pai da cantora colocou no nome suas três filhas o “Lee” para homenagear o general Robert E. Lee do exército confederado norte-americano.

A Rainha do Rock brasileiro é poliglota, Lee fala fluentemente castelhano, francês, inglês, italiano e português, sua língua materna. Rita Lee teve aulas de piano clássico com a pianista franco-brasileira Magda Tagliaferro, a pianista é um dos grandes nomes da música clássica do Século XX.

Rita Lee estudou no colégio franco-brasileiro Liceu Pasteur e, durante a adolescência começou a se interessar por música, nessa época escreveu as suas primeiras composições. Em 1986, cursou um ano de Comunicação Social na Universidade de São Paulo, sua colega de turma era a atriz Regina Duarte que também abandonou o curso.

Relação com a Vila Mariana

A cantora nasceu e cresceu na Vila Mariana, bairro da região centro-sul da capital paulista, Rita Lee morou no bairro até o nascimento de seu primeiro filho, Beto Lee. Em entrevistas, a cantora confirmou que tem uma relação especial com o bairro porque nele teve as melhores lembranças da sua vida.

Teenage Singers e Six Sided Rockers

Em 1963, Rita Lee e mais duas cantoras formaram a banda Teenage Singers que se apresentava em festivais de colégios. Em 1965, Lee foi convidada para integrar a banda The Wooden Faces, a banda era composta por Arnaldo Baptista, Cláudio César Dias Baptista, Raphael Vilardi e Roberto Loyola.

Após a entrada de Sérgio Dias, irmão caçula de Arnaldo Baptista e Cláudio César Dias, a banda mudou de nome e tornou-se Six Sided Rockers que também ficou conhecida como O Conjunto e O´Seis.

Em 1966, a banda lançou um compacto pela gravadora Continental que vendeu menos de 200 cópias e, no mesmo ano, Cláudio César Dias Baptista, Raphael Vilardi e Roberto Loyola deixaram a banda.

Os Mutantes

Rita Lee, Arnaldo Baptista e Sérgio Dias foram os membros fundadores da banda Os Mutantes, a banda foi fundada em 1966 após três membros deixarem a banda O´Seis. A estreia da banda ocorreu no mesmo ano no programa O Pequeno Mundo de Ronnie Von apresentado por Ronnie Von e exibido na RecordTV.

Os Mutantes foi o álbum de estreia da banda e lançado em 1968, o álbum segue os gêneros tropicália, rock psicodélico e rock experimental, o single do disco foi A Minha Menina/Adeus Maria Fulô, em outubro de 2007, o álbum ficou em nono lugar dos 100 maiores discos da música brasileira da Revista Rolling Stone.

No mesmo ano, Os Mutantes lançaram com Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Nara Leão e Tom Zé, o álbum de estúdio Tropicalia ou Panis et Circencis. O álbum é dos gêneros tropicália e MPB, Tropicalia ou Panis et Circencis ficou em segundo lugar dos 100 maiores discos da música brasileira da Revista Rolling Stone.

Em 1969, a banda lançou seu segundo álbum de estúdio, Mutantes foi considerado o 44º álbum entre os 100 maiores discos da música brasileira da Revista Rolling Stone publicado em outubro de 2007. O álbum Mutantes tem quatro gêneros tropicália, rock psicodélico, rockabilly e rock experimental.

O terceiro álbum dos Mutantes foi A Divina Comédia ou Ando Meio Desligado, o álbum foi lançado em 1970 e tem a influência dos gêneros tropicália, rock psicodélico, rock experimental, blues e doo wop, esse álbum está em 22º entre os 100 maiores discos da música brasileira da Revista Rolling Stone. No mesmo ano, Rita Lee lançou o seu primeiro álbum solo, Build Up tem a influência do rock e da MPB.

Jardim Elétrico foi o quarto álbum de estúdio da banda, o álbum foi lançado em 1971 e tem as influências dos gêneros tropicália e rock psicodélico. Jardim Elétrico ocupa a 72º posição entre os 100 maiores discos da música brasileira da Revista Rolling Stone.

Em 1972, a banda lançou o seu quinto álbum em estúdio, Mutantes e Seus Cometas no País do Baurets. No mesmo ano, foi lançado o segundo álbum solo de Rita LeeHoje É o Primeiro Dia do Resto da Sua Vida foi gravado pelos Mutantes, mas foi creditado à cantora porque a gravadora se recusou a lançar um segundo disco da banda no mesmo ano.

Rita Lee foi integrante dos Mutantes por aproximadamente seis anos, a cantora foi expulsa da banda em 1972 por Arnaldo Baptista. Em sua autobiografia, Rita Lee: uma autobiografia, lançada em novembro de 2016, a cantora escreveu como foi comunicada de sua saída: “A gente resolveu que a partir de agora você está fora dos Mutantes porque nós resolvemos seguir na linha progressiva-virtuose, e você não tem calibre como instrumentista”.

Na mesma biografia, Lee também escreveu sobre a sua reação e como se sentiu com a expulsão: “Uma escarrada na cara seria menos humilhante. Em vez de me atirar de joelhos chorando e pedindo perdão por ter nascido mulher, fiz a silenciosa elegante. Me retirei da sala em clima dramático, fiz a mala, peguei Danny (a cadela) e adiós. No meio da estradinha da Cantareira, parei no acostamento e chorei, gritei, descabelei, xinguei feito louca abraçada a Danny, que colaborava com uivos e latidos”.

Tutti-Frutti

Em 1973, após sua expulsão da banda Os Mutantes, Lee e a cantora Lúcia Turnbull criaram a dupla de folk rock As Cilibrinas do Éden, a dupla só performou uma vez durante o Festival Phono 73 em 10 de maio de 1973, antes da apresentação dos Mutantes sendo recebidas friamente pelo público.

No mesmo ano, Lee e Turnbull desistiram da dupla e formaram com Luis Sérgio Carlini, Lee Marcucci e Emilson Colantonio a banda Tutti-Frutti. Carlini registrou o nome da banda como sua propriedade. A banda assinou com a gravadora Philips, porém a gravadora exigiu que a banda assinasse como Rita Lee & Tutti-Frutti.

Rita Lee & Tutti-Frutti seria o primeiro álbum da banda, mas foi censurado e vetado pela gravadora. Lançado em 1974, Atrás do Porto Tem uma Cidade tem a influência dos gêneros: hard rock, glam rock, blues rock e rock’n’roll, o projeto é considerado o terceiro álbum de Rita Lee e o primeiro álbum de estúdio da banda Tutti-Frutti.

Em 1975, é lançado Fruto Proibido, quarto álbum de Lee e segundo com a banda. O álbum é influenciado pelos gêneros: hard rock, glam rock, blues rock e pop. Fruto Proibido é considerado um clássico da cantora e uma obra-prima do rock brasileiro, o álbum ficou em 16º lugar entre os 100 maiores discos da música brasileira da Revista Rolling Stone. O escritor Paulo Coelho escreveu com Lee as músicas: Cartão Postal, Esse Tal de Roque Enrow e O Toque. A canção Ovelha Negra pertence a esse álbum e é a canção mais famosa da cantora.

Entradas e Bandeiras é o quinto álbum de estúdio de Rita Lee e o terceiro da banda Tutti-Frutti, o projeto foi lançado em 1976. A música Coisas da Vida foi uma das músicas mais tocadas do ano pelas rádios brasileiras.

O sexto álbum de estúdio de Lee e o quarto da banda foi o projeto Babilônia, o álbum foi o último lançado com o selo Rita Lee & Tutti-Frutti e chegou ao público em 1978. Babilônia foi elogiado pela crítica e a música Eu e Meu Gato foi o tema da novela O Pulo do Gato exibida na Rede Globo no mesmo ano.

Parceria Lee e Carvalho

Em 1979, Lee lançou o seu sétimo álbum de estúdio, o álbum Rita Lee é influenciado pelos gêneros: pop, pop rock e disco e é o primeiro projeto da cantora com Roberto de Carvalho. O álbum vendeu 500 mil cópias sendo considerado um álbum de transição pelos críticos.

O oitavo álbum de estúdio da cantora foi lançado em 1980, o álbum Rita Lee, também conhecido como Lança Perfume, é um álbum influenciado pelo pop rock e pela MPB. As canções Lança Perfume e Baila Comigo foram lançadas nesse álbum, a primeira ficou entre as mais tocadas na França. Nessa época, Lee se torna internacionalmente conhecida e se torna a cantora favorita do Príncipe Charles.

O nono álbum da cantora foi lançado em 1981, Saúde é influenciado pelo gênero new wave. No ano seguinte, é lançado Rita Lee e Roberto de Carvalho, o décimo álbum da cantora é influenciado pelos gêneros pop rock, disco, pop e new wave, os singles do projeto foram Flagra e Cor-de-Rosa Choque.

Bombom foi o décimo primeiro álbum de Lee, gravado em Los Angeles e lançado em 1983, o álbum tem influências dos gêneros pop rock, new wave e country rock. A vida pessoal da cantora também influenciou o projeto, Lee foi internada em uma clínica de reabilitação devido ao alcoolismo motivado pela perda de seu pai. O projeto teve a venda proibida para menores de 18 anos e duas músicas, Arrombou o Cofre e Degustação, foram censuradas.

O décimo segundo álbum de Rita Lee foi lançado em 1985, Rita e Roberto é uma resposta da cantora aos críticos que acusavam Roberto de Carvalho de impedir Lee de voltar ao topo. Em 1987, o álbum Flerte Fatal é lançado, o projeto foi divulgado nos principais programas da época, como: Xou da Xuxa e Cassino do Chacrinha. Flerte Fatal é influenciado pelos gêneros pop rock e new wave.

Em 1988, a cantora lançou Zona Zen, o álbum vendeu 130 mil cópias no Brasil e, em 1990, foi lançado o décimo quinto álbum de Lee, Rita Lee e Roberto de Carvalho teve colaboração de Cazuza na faixa Perto do Fogo.

Carreira Solo

O décimo sexto álbum de Rita Lee foi lançado em 1993, o projeto foi denominado Big Mamma durante a gravação e Todas as Mulheres do Mundo na autobiografia da cantora. A canção Mon Amour foi a música tema da personagem Rubra Rosa (Suzana Vieira) da novela Fera Ferida da Rede Globo.

Santa Rita de Sampa foi lançado em 1997 e é o décimo sétimo álbum da cantora, o álbum foi marcado pela recuperação de Lee. Em 1996, a cantora sofreu uma queda de 15 metros ao cair da varanda de sua casa, Lee fraturou a mandíbula e ficou com o côndilo mandibular costurado por três meses. A música Homem Vinho é uma homenagem de Rita Lee ao cantor Caetano Veloso. O álbum foi produzido por Roberto de Carvalho.

Anos 2000

3001 é o décimo nono álbum de estúdio de Rita Lee, o álbum tem a influência dos gêneros rock, eletrônica e pop rock. 3001 teve como singles as músicas: Amor aos Pedaços, Erva Venenosa e Pagu, a música 3001 foi composta por Tom Zé, Lee e Roberto de Carvalho e é uma continuação da música 2001 presente no álbum de 1969, Mutantes, lançado pela banda Os Mutantes. O álbum 3001 foi lançado no ano de 2000 e ganhou a categoria de Melhor Álbum de Rock do Grammy Latino de 2001.

Em 2001, a cantora lançou Aqui, Ali, em Qualquer Lugar, no vigésimo álbum de estúdio de sua carreira, Lee interpreta clássicos do grupo britânico The Beetles. No exterior, o álbum foi lançado com o nome Bossa’n Beatles, o álbum teve dois singles: Para Você Eu Digo Sim e Minha Vida, as músicas são versões brasileiras escritas por Lee dos sucessos If I Fell e In My Life.

Balacobaco foi lançado em 2001 e é o vigésimo primeiro álbum de estúdio de Rita Lee, o álbum tem a influência do pop rock e teve três singles Amor e Sexo, Tudo Vira Bosta e A Gripe do Amor. Amor e Sexo foi uma das músicas mais tocadas das rádios brasileira sendo composta por Lee, Roberto de Carvalho e pelo jornalista Arnaldo Jabor.

O último álbum de estúdio da cantora foi Reza lançado em abril de 2012, o single do álbum foi a música com o mesmo nome do álbum. Reza foi escolhida como tema dos personagens Cadinho (Alexandre Borges), Noêmia (Camila Morgado), Alexia (Carolina Ferraz) e Verônica (Débora Bloch) da novela Avenida Brasil exibida pela Rede Globo em 2012.

Álbuns ao Vivo

O primeiro álbum ao vivo de Rita Lee foi Refestança lançado em novembro de 1977 em uma parceria com o cantor Gilberto Gil. Tanto Lee quanto Gil estavam relançando as suas carreiras, pois foram presos no ano anterior por porte de drogas.

Em 1991, a cantora lançou o seu segundo álbum ao vivo, Rita Lee em Bossa ‘n’ Roll é um projeto acústico de Lee e o precursor dos álbuns do gênero no Brasil. O terceiro álbum ao vivo de Rita Lee foi A Marca da Zorra, o álbum foi lançado em 1995.

Lee lança o seu quarto álbum ao vivo em 1998, Acústico MTV: Rita Lee foi gravado nos dias 4 e 5 de junho do mesmo ano. O álbum tem releituras dos maiores sucessos da carreira da cantora, Milton Nascimento participou da música Mania de Você, Paula Toller participou em Desculpe o Auê e os Titãs na música Papai Me Empresta o Carro.

A cantora lançou o seu quinto álbum ao vivo em 2004, Rita Lee MTV Ao Vivo foi gravado nos dias 26 e 27 de agosto do mesmo ano em São Paulo. O projeto teve as participações de Pitty em Esse Tal de Roque Enrow e de Zélia Duncan em Pagu.

Multishow ao Vivo: Rita Lee é o sexto álbum ao vivo da cantora, o álbum foi gravado em 31 de janeiro de 2009 e lançado em maio do mesmo ano. O álbum alcançou a oitava posição entre os álbuns mais vendidos do ano.

Literatura

Rita Lee lançou uma série de livros infantis entre 1986 e 1992, Dr. Alex (1986), Dr. Alex e os Reis de Angra (1988), Dr. Alex na Amazônia (1990) e Dr. Alex e o Oráculo de Quartz (1992), o protagonista da série é o rato cientista Dr. Alex.

Em 2013, Lee lançou o livro Storynhas que contém 76 pequenas estórias postadas primeiramente no Twitter, o livro foi ilustrado pela cartunista Laerte. Em novembro de 2016, Lee lançou uma autobiografia, Rita Lee: uma autobiografia foi um dos livros mais vendidos de 2017. A autobiografia é um livro de memórias da cantora, o livro tem a participação do jornalista Guilherme Samora como Phantom, o personagem aparece no livro para colocar uma data mais precisa ou para apontar algum esquecimento da cantora.

Dropz foi lançado em 2017 e apresenta 61 contos, no livro, Lee utiliza da ficção para falar de diversos temas, como: proteção dos animais, morte e realidade. FavoRita foi lançado em e é uma comemoração aos 70 anos da cantora, na nova autobiografia, Lee apresenta textos autobiográficos e imagens inéditas.

Rita Lee lançou em 2019 o seu quinto livro infantil, Amiga Ursa – Uma história triste, mas com final feliz é um livro educativo. Na estória, Lee apresenta a ursa Rowena que foi vítima de tráfico de animais e ao chegar no Brasil é maltratada até ser resgatada e enviada para o Rancho dos Gnomos onde encontra o seu final feliz.

Relacionamentos

Entre 1968 e 1972, Rita Lee foi casada com Arnaldo Baptista, o fim do casamento ocorreu na mesma época em que Lee foi expulsa da banda Os Mutantes.

Lee assume publicamente o romance com o guitarrista Roberto de Carvalho em 1976. O casal tem três filhos: o guitarrista Roberto Lee de Carvalho, mais conhecido como Beto Lee, nascido em 21 de março de 1977, o DJ João Lee, nascido em 1979 e o artista Antônio Lee, nascido em 1981.

O casal oficializou o relacionamento em 1996 após 20 anos de união.

Luta contra o câncer

Em 20 de maio de 2021, Lee ao realizar um exame de rotina foi diagnosticada com um tumor primário no pulmão esquerdo. A cantora tinha 73 anos quando descobriu a sua doença.

Aproximadamente um ano após o início do tratamento, a cantora relatou em 11 de abril de 2022 em seu Instagram que o tumor não foi detectado em exames recentes.

Novas notícias em breve!