Após emagrecer, Fani desabafa: “Não estou me achando linda”

Segundo o jornal Extra, a ex-BBB não está satirfeita com seu peso

Por: Redação Metropolitana | 29 junho - 11:34 AM | comentários

De acordo com o jonal Extra, Fani Pacheco não está muito satisfeita com seu peso, após perder mais de 15 kg. A ex-BBB descobriu uma Síndrome Metabólica e precisou emagrecer para não se tornar diabética.

“Hoje, estou emagrecendo e não estou satisfeita. Estou vivendo uma crise existencial. Vivo uma crise de identidade porque estou procurando de novo o meu eu e está difícil. Me sinto perdida. Não estou me achando linda, não”, afirmou ela.

Foto: Nova Eva/ divulgação

A ex-BBB também rebateu algumas críticas de que fez uma jogada de marketing ao virar modelo plus size. “Tipo como se fosse uma jogada de marketing, né? Eu, por trabalhar com marketing, sou a minha assessoria de imprensa, meu marketing, e eu trabalho com meu produto. Meu produto é a minha imagem, estando fit ou plus. O que me motivou foi o marketing? Não! O que me motivou foi falar pra essas pessoas (acima do peso). Até porque eu precisava me sentir útil. Estava me sentindo inútil depois que a minha mãe morreu, assim como me sentia com o meu trabalho, com a minha imagem, sem fazer algo de bom ou produtivo pra alguém”, desabafou ela.

Fani Pacheco posa de sereia e comenta resultado: “Fiquei parecendo uma perereca”

Fani Pacheco revela que teve depressão

Após mudar o visual e revelar problemas de saúde, Fani Pacheco contou que já perdeu 15kg, após ser diagnosticada com síndrome metabólica. Em entrevista para a revista Quem, ela explicou como foi a descoberta da doença.

“Entrei de férias na faculdade e, como sempre me cuidei, fui à minha nutróloga para fazer alguns exames de rotina. Queria saber como estava para poder voltar a malhar direitinho. E os exames acusaram que eu estava com resistência insulínica e estava prestes a ficar diabética”, disse ela.

“Eu era muito convicta de que não teria nenhuma doença por causa do aumento de peso porque sempre fiz esporte. Eu tinha uma massa magra grande, muita musculatura. Eu não achava que um ano acima do peso e comendo besteira um tempinho ia desregular meu organismo dessa forma”, explicou.

A ex-BBB revelou que também teve depressão após a morte de usa mãe e desenvolveu uma compulsão alimentar. “Malhava, fazia dieta e engordava mais. Emagrecia e depois engordava mais do que tinha emagrecido. Até eu entender que isso era compulsão alimentar. Fui para o psicólogo e para o psiquiatra e vi que estava com depressão pós-luto da minha mãe. Já tinha uma predisposição à depressão, mas no caso era por causa do luto. O psiquiatra me disse que tinha que viver esse luto, que não era remédio que ia fazer a diferença”, afirmou. E ela ainda completou: “Larguei tudo de mão e comecei a comer, mesmo porque a minha vontade era morrer. Sentia uma tristeza profunda. Minha mãe era minha razão de vida.”

Deixe seu comentário