William Waack se pronuncia pela primeira vez após demissão e define comentário polêmico como “piada idiota”

O jornalista foi demitido da TV Globo do dia 22 de dezembro

Por: Marielle Rojas | 14 janeiro - 2:08 PM | comentários

Em um artigo publicado no jornal “Folha de São Paulo”, neste domingo (14), William Waack se pronunciou pela primeira vez, após ser demitido da “TV Globo”, depois de um vídeo polêmico com um comentário racista vazar na web.

No texto chamado “Não sou racista, minha obra prova”, o jornalista afirmou que sempre combateu a intolerância. “Aquilo foi uma piada idiota… dita em tom de brincadeira, num momento particular. Desculpem-me pela ofensa; não era minha intenção ofender qualquer pessoa, e aqui estendo sinceramente minha mão”, escreveu.

“Durante toda a minha vida, combati intolerância de qualquer tipo -racial, inclusive-, e minha vida profissional e pessoal é prova eloquente disso”, garantiu. “Não digo quais são meus amigos negros, pois não separo amigos segundo a cor da pele. Assim como não vou dizer quais são meus amigos judeus, ou católicos, ou muçulmanos. Igualmente não os distingo segundo a religião -ou pelo que dizem sobre política”, completou o apresentador.

Waack ainda aproveitou o espaço para pedir desculpas publicamente:  “Desculpem-me pela ofensa; não era minha intenção ofender qualquer pessoa, e aqui estendo sinceramente minha mão”

Confira o artigo completo aqui e relembre o vídeo que causou a polêmica.

O que você achou da declaração do jornalista? Deixe sua opinião nos comentários!

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você