Whindersson Nunes nega autoria de tuíte machista e rebate: “Querem me derrubar de todo jeito”

O youtuber recebeu o apoio de seus seguidores

Por: João Paulo Soares | 05 julho - 9:38 AM | comentários

Whindersson Nunes também foi alvo dos “caçadores de publicações”. Após os tuítes racistas de Júlio Cocielo serem divulgados na web, foi a vez do dono do maior canal do YouTube no Brasil ser criticado por alguns internautas. Na quarta-feira (4), o youtuber decidiu responder.

Whindersson Nunes se desculpa após polêmica no “Caldeirão do Hulk”

Whindersson negou a autoria de uma das mensagens machistas que estão circulando na internet e rebateu: “Os cara querem me derrubar de todo jeito, até com montagem. Em 2011 eu era evangélico e tinha 16 anos. Eu nunca twittei isso”, escreveu.

Em outra publicação, o youtuber afirmou que não tem medo de que encontrem suas mensagens antigas, pois amadureceu, e até mudou alguns pensamentos, principalmente os homofóbicos.

“No passado já disse varias bosta. Eu nem gostava de gay e dizia que quem era gay não entrava no céu. E no meu casamento esse ano uma das madrinhas se chama Rafael, pra ver como as coisas mudam. Então quem quiser procurar tweets antigo fique a vontade”, disse.

Nos comentários, o youtuber recebeu o apoio de seus seguidores. “Avisa a galerinha que as pessoas mudam, as pessoas não entenderam isso”, disse uma internauta.

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você