Traficante culpa Demi Lovato por overdose: “Ela sabia o que usava”

Fontes ligadas à cantora negam essas informações

Por: João Paulo Soares | 27 agosto - 2:07 PM | comentários

De acordo com o site TMZ, Brandon Johnson, traficante que vendeu drogas para Demi Lovato, afirmou que a cantora sabia exatamente a substância que estava comprando, na noite do dia 24 de julho, quando sofreu uma overdose.

Em entrevista, o traficante falou sobre a relação deles e sua versão do que aconteceu naquela noite. “Era uma amizade, nada mais, depois evoluiu para uma amizade sexual, mas na maior parte do tempo era apenas amizade”, contou ao TMZ. “Ela me mandou uma mensagem às 4h da manhã porque é uma garota e queria ficar comigo. Por que uma garota manda mensagem para um cara às 4h da manhã? Nós ficamos juntos e assistimos a séries de investigação, como fazemos normalmente”, afirmou ele.

Após overdose, avô de Demi Lovato quer que a cantora abandone a carreira

Brandon Johnson continuou. “Ela sabia 100% o que estava tomando. Eu disse a ela que [as pílulas] não eram farmacêuticas e eram muito mais fortes. Ela entendeu completamente”, relatou ele. “Foi muito triste o que aconteceu, mas as pessoas acharem que houve qualquer tipo de má conduta da minha parte é absolutamente ridículo. Eu não estou aqui para machucar ninguém. Eu me importo muito com ela.”

Demi Lovato segue internada em uma clínica de reabilitação. Fontes ligadas à cantora negam essas informações.

Veja a entrevista completa:

Deixe seu comentário