Sophie Turner abre o coração e fala sobre depressão e suicídio

Atriz participou de um programa onde falou sobre o que passou e ainda passa

Por: Gabriela Orsini | 17 abril - 19:48

Sophie Turner, nossa querida Sansa Stark, participou do programa “Phil in the Blanks”, com o Dr. Phil, um famoso psicólogo norte-americano, e abriu o coração falando sobre seus próprios problemas mentais, como depressão.

Durante a conversa, Sophie disse que a depressão começou quando ela tinha 17 anos, e ela não tinha vontade de fazer nada. A única pessoa com quem conversava era Maisie Williams, a Arya Stark, que também estava passando por isso. A atriz ainda disse que achava que a amizade delas era um pouco destrutiva na época por conta disso, já que elas ficavam juntas ‘alimentando’ a depressão e tendo pensamentos negativos sobre tudo.

Sophie chorando durante o programa com Dr. Phil

Sophie diz que o que a levou a depressão foram comentários negativos sobre sua aparência e seu trabalho: “As pessoas comentavam sobre meu peso, sobre minha aparência, minhas espinhas. Diziam que eu não era uma boa atriz”. Então ela diz que começou a ver tudo negativamente e só piorou.

Conforme o assunto foi desenvolvendo, Sophie admitiu que já teve pensamento suicidas: “Eu costumava dizer que eu não estava muito depressiva, mas eu costuma pensar muito em suicídio. (…) Eu costumava pensar muito nisso, mas não sei se eu realmente teria feito”.

Sophie disse que as coisas ficaram melhores depois que ela começou a terapia, e que atualmente ela toma medicamentos para ajudar no tratamento. E a atriz também apontou que ter Joe Jonas, seu noivo, ao seu lado ajuda muito, pois ele ajuda ela a ver os pontos positivos da situação, e que ter alguém dizendo que a ama todo dia ajuda a se amar também.

Dr. Phil ainda apontou que só por Sophie estar abrindo o coração e falando sobre o que passou e ainda passa está ajudando milhares de pessoas ao redor do mundo, pois pode inspirar quem está com alguma doença assim ir atrás de ajuda: “Enquanto falamos sobre isso, vamos deixar aqui embaixo na tela o número do centro de prevenção ao suicídio(…) É poderoso o que você pode fazer”.

Se você estiver precisando de ajuda pode entrar em contato com o CVV (Centro de Valorização da Vida) ligando para 188 ou pedindo ajuda por e-mail, chat ou Skype no site http://cvv.org.br, e também pelo SaferNet no chat do site http://www.helpline.org.br. Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você