Safadão se pronuncia sobre unfollow de Gusttavo Lima no Instagram: “Pouco me importa”

Parece que essa novela será muito, mas MUITO longa

Por: Alefy Soares | 15 julho - 15:37

Na madrugada do último sábado (13), Gusttavo Lima havia divulgado um desabafo em seu Instagram Stories e dizendo que estava sendo “perseguido pela concorrência”. Os internautas acreditaram que tudo não passou de uma indireta para Safadão, já que Gusttavo havia parado de segui-lo.

Ao ser questionado, Wesley Safadão se pronunciou sobre o caso: “Soube que ele parou de me seguir, tem mais de um mês. Não sei o motivo, não quero saber e pouco me importa. Isso é irrelevante. Eu sigo o Gusttavo há muito tempo, não vou deixar de seguir. Não tenho problema nenhum”.

Foto: Reprodução/Twitter

“No momento em que o país está, em crise, é burrice alguém querer prejudicar o show dos outros, porque está prejudicando todos”, completou ele.

Relembre o desabafo de Gusttavo Lima: 

“Como todo mundo sabe, essa vida não é fácil, fazer sucesso é muito difícil e manter o sucesso é mais difícil ainda. E muita gente se sente incomodada com isso, nossos projetos têm incomodado muita gente aí. A gente lança um evento numa cidade tal, sempre vem alguém querendo uma semana antes lançar outro show querendo prejudicar. Eu não vou desejar o mesmo proque tudo que vai volta e ultimamente estou preferindo ter paz do que ter razão.

Foto: Reprodução/Twitter

Peço que continuem me perseguindo, que quanto mais vocês me perseguem, mais Deus abençoa e as coisas dão certo pra mim. Então quando vocês virem aí show com diferença de uma semana pro outro, de um dia pro outro, na mesma cidade, mesmo local, mesma região, podem ter certeza que tem muita maldade, muita perseguição.

Nesse mercado de show business, se a concorrência puder pisar no seu pescoço e te matar no ninho fazem isso sem piedade nenhuma. O que tenho passado nesses últimos anos só Deus sabe, mas Deus é maior, Deus sabe de todas as coisas. Obrigado por tudo que fazem por mim porque se não fosse por vocês do meu lado eu estava na roça.”