Ronaldo Ésper afirma que era gay por maldição de uma tia

Em entrevista, estilista contou que encontrou a heterossexualidade com a fé

Por: João Paulo Soares | 20 dezembro - 13:27

Ronaldo Ésper fez uma revelação surpreende, em entrevista ao programa Pânico da Jovem Pan, da última quarta-feira (19). O estilista afirmou que atualmente é heterossexual, e que sua homossexualidade aconteceu por causa de uma maldição jogada por uma tia.

“A minha fé atual, que é a da Universal [Igreja Universal do Reino de Deus], eles têm várias explicações. Uma delas é que você traz isso, quer dizer, é hereditário. Mas eles consideram isso como uma maldição na família. Você também pode ser amaldiçoado por alguém, que foi o meu caso. Eu estava me afogando, ela me jogou na piscina. Ela não gostava de mim, já era homofóbica desde sempre”, contou o estilista.

Foto: Reprodução

Jornalista gay revela ter ficado com Biel e acusa o cantor de ameaçá-lo, diz jornal

Ronaldo Ésper garantiu que nunca gostou de ser gay. “Eu passei a vida inteira homossexual, talvez por causa dessa maldição, mas eu não gostava disso. Eu gostava da farra, daquela coisa toda. Era uma coisa fascinante. Até as pessoas que não eram gays, acabavam entrando no embrulho”, garantiu ele, alegando que nunca usou drogas.

“Eu senti a necessidade de fazer isso, mas não estou puxando ninguém para ir para a igreja. Ninguém me perguntou nada, eu fui interpretando o que falavam e eu achei melhor me abster dessa vida. O termo ex-gay não é legal, mas tem gente que era e se casou com uma mulher. Minha vida está bem melhor”, concluiu ele.