Robinho é condenado em segunda instância pela Corte de Milão após crime de violência sexual

Decisão foi divulgada nesta quinta feira

Por: Laís | 10 dezembro - 16:30

Nesta quinta feira (10), o jogador de futebol Robinho foi condenado em segunda instância pela Corte de Apelação de Milão para cumprir a pena de 9 anos de detenção por ter cometido o crime de violência sexual [em grupo] contra uma mulher albanesa, na boate ‘Sio Café’, em Milão, em janeiro de 2013.

O amigo do futebolista, Ricardo Falco, também recebeu a mesma pena e os dois foram julgados em segunda instância. Isso significa que o tribunal poderá solicitar a prisão antes do julgamento final definitivo, na Corte de Cassação. Porém, como o atleta reside no Brasil, ele só poderá ser preso, de fato, se o juíz italiano enviar um mandado internacional de prisão para o Estado brasileiro ou, uma segunda alternativa, seria cumprir a pena quando viajasse para a Europa.

No entanto, o advogado de defesa do futebolista irá recorrer à decisão da Corte de Cassação do país. Robinho só será legalmente considerado culpado após o fim deste processo em terceira instância.

A defesa do jogador teria desqualificado a vítima, após mostrar fotos dela ingerindo bebida alcoólica. No entanto, as juízas mantiveram a condenação.

LEIA TAMBÉM:

Letícia Spiller é criticada após opinar denúncias de assédio à Marcius Melhem: “Demorou”

Influenciadora Lorena aponta plágio em marca de Mirella e sofre ataques racistas na web

 Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você