Rapaz que participou do clipe “Teenage Dream” acusa Katy Perry de assédio

Josh Kloss fez um textão no Instagram relatando o caso

Por: Redação Metropolitana | 13 agosto - 17:24

O ator Josh Kloss gerou uma comoção nas redes sociais ao acusar Katy Perry de assédio sexual. Ele participou do clipe “Teenage Dream” da cantora, de 2010.

Em seu relato, Josh disse que a cantora expôs suas partes íntimas na frente de muitas pessoas durante uma festa depois das gravações do clipe, e que ele não deu consentimento para o ato. Até agora, Katy Perry ainda não se pronunciou sobre o assunto.

MAIS DE KATY PERRY

Katy Perry perde processo e é declarada culpada por plágio de “Dark Horse”

Katy Perry lança “Small Talk”; Confira o lyric vídeo

Katy Perry fala sobre reaproximação com Taylor Swift e surpreende

Um dos trechos de seu texto diz “Quando eu a vi, eu a abracei e eu ainda tinha uma queda por ela. Mas quando me virei para apresentar meu amigo, ela puxou meu shorts e minha cueca para baixo para mostrar meu pênis para alguns amigos e a multidão que estava ao nosso redor. Você pode imaginar como eu me senti patético e envergonhado?”.

Josh ainda afirmou que estava fazendo o relato para mostrar como não apenas homens de poder acabam abusando dessa posição, como mulher poderosas também. No final, ele disse que era por causa dos dez anos do clipe, e disse que poderia apenas cantar a música no ukulele, mas preferiu revelar tudo isso. Confira abaixo o relato completo:

“Você sabe. Depois de conhecer Katy, nós cantamos uma música de adoração, “abra os olhos do meu coração”. Ela era legal e bondosa. Quando outras pessoas estavam ao redor ela era gelada e até disse que o ato de me beijar era ‘nojento’ para todos no set enquanto filmávamos. Agora eu estava bastante envergonhado mas mantive isso para mim, como minha ex estava ocupada me traindo e minha filha era apenas um bebê, eu sabia que tinha que aguentar por ela. Depois do primeiro dia de gravações, Katy me convidou para um clube de strip em Santa Barbara. Eu recusei e disse ‘Eu tenho que voltar para o hotel e descansar, porque esse trabalho é tudo que tenho agora’. Então eu vi Katy algumas vezes depois que ela terminou com Russel. Essa vez eu levei um amigo que estava morrendo para conhecê-la. Era festa de aniversário de Johny Wujek, e quando a vi, nós nos abraçamos e ela ainda era minha crush. Mas, conforme me virei para apresentar meu amigo, ela puxou meu shorts e minha cueca para baixo para poder mostrar, para seus amigos e a galera que estava ao nosso redor, o meu pênis. Consegue imaginar quão patético e envergonhado eu fiquei? Eu apenas estou dizendo isso agora porque nossa cultura está focada em mostrar como homens no poder são perversos. Mas mulheres com poder são apenas tão nojentas. Então para todo o bem, ela é uma líder incrível, suas músicas são na maioria hinos de empoderamento. E é isso”.