Polícia não encontra provas contra Nego do Borel em aparelhos e cantor dispara: “Verdade tá vindo”

Foram confiscados três aparelhos celulares, um videogame e computadores

Por: Karen Ramos | 13 agosto - 15:53

A Polícia Civil de São Paulo apontou, no laudo do processo contra Nego do Borel, que não constatou nada sobre as acusações de sua ex-namorada, Duda Reis. Em janeiro, a modelo e atriz  acusou o cantor de agressão, ameaças com vídeos íntimos e afirmou que ele guardava dinheiro ilícito e um fuzil.

Segundo informações do colunista Leo Dias, nada foi confirmado pela perícia. Foram confiscados três aparelhos celulares, um iPhone 11 Pro, um 8 plus e um XR, um videogame PlayStation 4, da Sony, computadores, além de analisarem todas as contas bancárias e imposto de renda do cantor como pessoa física e jurídica.

O laudo em relação ao dinheiro apreendido é assinado pelo perito criminal contador Marco Aurélio Caprino e diz que o dinheiro é lícito: “Diante das informações acima, a perícia criminal entende que há evidências de que o valor de R$ 424.920,00 (quatrocentos e vinte e quatro mil, novecentos e vinte reais) em espécie (dinheiro) apreendido e, depositado em conta judicial no Banco do Brasil, teria origem lícita”. A análise dos aparelhos eletrônicos não constatou nada que comprovasse as acusações, segundo Leo Dias.

Nesta sexta-feira (13), Nego do Borel se manifestou em suas redes sociais após a divulgação do laudo. “O tempo é o senhor da razão”. Na legenda da imagem, completou: “A verdade tá vindo”. O processo corre na justiça, mas o cantor entrou com um processo contra Duda Reis por calúnia, injúria e difamação.

LEIA MAIS:

Ex-BBB Ivy Moraes é vítima de fake news e aciona departamento jurídico: “Um absurdo!”

Velório e sepultamento de Tarcísio Meira serão restritos: “Só familiares terão acesso”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você