Polícia interrompe festa com 500 pessoas na casa de Elba Ramalho: “Estava na igreja”

A cantora afirmou que não estava na casa durante a festa

Por: Gabriela Ellin | 30 dezembro - 12:41

Na noite desta terça-feira (29), um episódio inusitado chamou atenção dos internautas depois que a polícia precisou interromper uma festa clandestina com mais de 500 pessoas que acontecia na casa de Elba Ramalho, em Trancoso, na Bahia.

As aglomerações estão proibidas por normas estabelecidas para evitar que a Covid-19 se espalhe ainda mais durante as celebrações deste final de ano, porém, a cantora afirma que a casa foi alugada e apenas ficou sabendo que a festa estava acontecendo depois de receber mensagens a alertando da aglomeração.

“A casa foi alugada do dia 25 de dezembro ao dia 4 de janeiro, como todos os anos eu faço. Esse é um período em que eu alugo outra casa ou fico numa pousada porque eu venho mesmo para descansar. A casa está nas mãos de outras pessoas, que vão responder. A responsabilidade é delas, não é minha. Estava na missa. Estava na igreja às 19h, fazendo a leitura de Salmos quando comecei a receber mensagem sem entender o que estava acontecendo”, disse Elba. Confira na íntegra:

“Quanto a essa festa na minha casa, não posso responder. Claro que estou chateada com as pessoas que alugaram, e eles vão ter que segurar essa marimba. Realmente eu sou totalmente inocente nessa história. Sou uma pessoa supertranquila, não gosto de festas. Minha relação é com o povo da terra. Estou num lugar muito calmo e não posso responder pelas pessoas que alugaram a casa. A polícia fez muito bem em ir lá e acabar com a festa”, finalizou a cantora.

VEJA TAMBÉM:

Mariana Rios viaja à Angra dos Reis para encontrar Gusttavo Lima, diz colunista

Andressa Suita publica mensagem enigmática após assinar divórcio com Gusttavo Lima: “Se afaste”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você