Padre Quevedo, famoso pelo bordão “isso non ecziste”, morre aos 88 anos

Religioso ficou conhecido por investigar casos paranormais e desmascarar charlatões

Por: João Paulo Soares | 09 janeiro - 12:47 PM | comentários

Padre Quevedo, imortalizado pelo bordão “isso non ecziste”, morreu aos 88 anos em decorrência de problemas cardíacos, na madrugada de quarta-feira (9), em Belo Horizonte.

Foto: Reprodução/TV Globo

Ligações de número perturbador está aterrorizando a internet

O religioso ficou famoso nos anos 2000 com a atração “O Caçador de Enigmas”, no programa Fantástico, onde ele investigava casos paranormais e desmascarava charlatões. O quadro era apresentado por Cid Moreira, que anunciava: “Esse é um caso para o Padre Quevedo”.

Foto: Reprodução/TV Globo

Jesuíta espanhol radicado no Brasil, Oscar Gonzalez Quevedo Bruzan é autor de 17 livros e vivia em uma casa de repouso em Minas Gerais.

O velório de Padre Quevedo acontece na Capela Santo Inácio, localizada dentro do Campus da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE), em Belo Horizonte.

Deixe seu comentário