Noiva de MC Livinho se passa pelo cantor no Instagram e puxa assunto com fã: “Continuo iludindo?”

O vídeo está gerando discussões nas redes sociais

Por: Alefy Soares | 16 maio - 14:53

Na noite da última quarta-feira (15), a noiva do funkeira MC Livinho, Bianca Novaes, gerou polêmica ao divulgar um vídeo em que parece puxando assunto com uma fã do cantora. A intenção de Novaes era ver até onde a garota iria, mesmo sabendo que o cantor é comprometido.

No vídeo, ela começa procurando alguma seguidora que mandou mensagem para Livinho. Ao escolher uma internauta, ela escreve: “Já chamo logo de vagabunda ou continuo iludindo?”

Assista ao momento: 

Nos comentários, os fãs detonaram a atitude de Bianca: “Gente, mas a pessoa não tem um amiga, né? Um amigo avisaria que ela está passando vergonha”, opinou uma. “Nada pior que mulher insegura!”, disparou outra. “Tem que ter muita coragem. Eu não me prestaria a esse papel”, lamentou uma terceira. “A menina pediu desculpas, ia se retirar, aí a mulher continua provocando e ainda pergunta WhatsApp? Que palhaçada, velho”, reclamou mais uma.

Até o fechamento desta matéria, Livinho não se pronunciou sobre o caso.

MC Livinho é condenado a pagar R$ 25 mil por agressão após show

Após se envolver em uma confusão, durante um show em Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais, o funkeiro MC Livinho terá que pagar indenização por danos morais. Na quarta-feira (13), ele foi condenado a pagar R$ 25 mil a Thomas Freitas Diniz.

Segundo informações do jornal Extra, o cantor de 24 anos e seus seguranças o teria agredido a socos e pontapés. O autor da ação contou que a apresentação do cantor demorou três horas para começar.

Foto: Reprodução/Instagram

Aos 24 anos, MC Livinho será pai pela primeira vez

Em nota divulgada no Facebook, o rapaz contou sua versão do ocorrido. “Ele me chamou para ir até o camarim depois do show, e falou que não sabia o que eu estava fazendo lá, me xingou com vários palavrões”, começou.

Em seguida, Thomas relatou o momento da agressão: “Eu apenas rebati falando que não dava mais para trabalhar com ele, porque não aceitaria desrespeito e humilhação. Quando eu saí do camarim ele foi atrás de mim e me agrediu”, contou.

De acordo com a sentença assinada pelo juiz André Luiz da Silva da Cunha, o funkeiro ainda terá que arcar com as custas e despesas processuais.

Até o fechamento desta matéria, MC Livinho não se pronunciou sobre o caso.

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você