Neymar teve contrato rompido com a Nike após suposto assédio sexual de funcionária, diz jornal

A assessoria do jogador negou as acusações

Por: Geórgia Santiago | 27 maio - 23:23

Neymar Jr., de 29 anos, está envolvido em uma nova polêmica. Segundo a revista Quem, o jornal norte-americano Wall Street Journal revelou que o jogador teve seu contrato rompido com a Nike após um suposto caso de assédio sexual contra uma funcionária da empresa.

Segundo o jornal, o contrato foi rompido em 2020 depois que a empresa começou a investigar uma acusação feita pela funcionária. A Nike não explicou o motivo do fim do contrato. A funcionária disse a amigos e colegas da Nike em 2016 que Neymar tentou forçá-la a fazer sexo oral no quarto de hotel em que estava hospedado na cidade de Nova York. Ela estava lá para ajudar a coordenar eventos e logísticas para Neymar e sua comitiva, de acordo com testemunhas.

Foto: Reprodução/Instagram

Neymar negou as acusações, segundo sua assessoria disse ao jornal. “Neymar Jr. se defenderá contra esses ataques infundados caso alguma denúncia seja apresentada, o que não aconteceu até agora”, disse a equipe do jogador em nota e ainda afirmou que Nike e Neymar se separaram por motivos comerciais.

LEIA TAMBÉM:

Felipe Neto defende Enzo Celulari após polêmica sobre consumo de carne: “Arrogância”

Leonardo come peixe vivo durante pescaria e choca fãs: “Sushi é para os fracos”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!