Nego do Borel é processado após assustar idosa em aeroporto

A vítima pede uma alta indenização por danos morais

Por: João Paulo Soares | 09 novembro - 9:36 AM | comentários

Nego do Borel está sendo processado por Hilda de Britto Champoudry, uma senhora de 61 anos, que pede uma indenização de R$ 95 mil por danos morais após ter sido alvo de uma “brincadeira” do funkeiro.

Segundo o portal UOL, em matéria publicada na quinta-feira (8), o cantor deu um susto na idosa, no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e publicou o vídeo nas redes sociais. No processo, a advogada explica a versão de sua cliente.

Foto: Reprodução/Instagram

“[Nego do Borel estava] usando um agasalho com capuz, atirou-se sobre ela, gritando, como se fosse tombar sob ela, saindo às gargalhadas, sob o riso e gracejos de outras pessoas que o acompanhavam, causando-lhe um grande susto, que desencadeou uma aceleração cardíaca, só controlada após fazer uso de calmante”, explicou.

Nego do Borel surpreende meninas malabaristas em semáforo e compartilha reação

A defesa de Hilda ainda disse que a vítima ficou surpresa ao saber que um vídeo começou a circular nas redes sociais, fato que a deixou bastante constrangida. Além da indenização, Hilda pede que todas as publicações feitas com sua imagem seja removida das redes.

Procurada pelo UOL, a assessoria de Nego do Borel disse que trata-se de um processo antigo e que o cantor ainda não foi notificado. “Por isso não temos conhecimento das alegações e não tem como o Nego falar sobre o assunto”, concluiu.

Deixe seu comentário