Morre ativista Sabrina Bittencourt, que seria responsável pela nova carreira de Melody

A ativista incentivava que as mulheres denunciassem agressões

Por: Alefy Soares | 04 fevereiro - 16:53

Sabrina Bittencourt, ativista dos direitos humanos e incentivadora das denúncias de mulheres contra o médium João de Deus, cometeu suicídio na madrugada do último domingo (03), após diversas ameaças de morte que recebeu nos últimos meses.

Além de incentivar que as mulheres denunciem agressões, Sabrina também havia usado o seu Facebook para revelar que ajudaria a assessorar a nova carreira de MC Melody, que estava sendo sexualizada nas redes sociais com apenas 11 anos.

Em meio a polêmica de “sexualização”, MC Melody completa 12 anos

“Nós vamos cuidar da carreira de ambas e de todo o suporte pessoal também. O mais importante para complementar esta notícia, além da saída do Thiago, é que vamos assessorar a mãe delas para que possa assumir tudo, ensinar, estar junto! Ninguém como uma mãe para defender suas filhas. Ontem falei isso à Daiane. As mães da Larissa Manoela, da Maísa, também não sabiam se mover no mundo artístico/celebrity, mas foram bem assessoradas”, escreveu ao anunciar que iria apoiar Melody.

Foto: Reprodução/Facebook

“Nem se eu colocasse 20 assistentes ao lado das meninas, não seriam capazes de dizer com autoridade: “esta meia arrastão, não!”, “este cílio postiço, não!” . Infelizmente estes anos todos a mãe foi colocada de lado e não teve VOZ. Agora ela terá voz, poder, conhecimento, terapia, gente em volta. Ignorância a gente combate com educação, cultura e inteligência coletiva. De forma pacífica, vamos juntos limpar, transformar e evoluir”, finalizou.

Nas redes sociais, diversos internautas homenagearam Sabrina e toda a sua luta. Veja: 

  • 1/6 Imagem: Twitter
  • 2/6 Imagem: Twitter
  • 3/6 Imagem: Twitter
  • 4/6 Imagem: Twitter
  • 5/6 Imagem: Twitter
  • 6/6 Imagem: Twitter

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você