Mayra Cardi e Arthur Aguiar doam cachorro por ele não se adaptar ao piso do apartamento e causam polêmica

O ator usou suas redes sociais para explicar o ocorrido aos seguidores

Por: Redação Metropolitana | 17 agosto - 11:30 AM | comentários

Os fãs de Mayra Cardi e Arthur Aguiar começaram a questionar sobre o paradeiro de Pipoca, o cachorro do casal. Os dois usaram suas redes sociais e explicaram que o Golden não conseguiu se adaptar ao piso de porcelanato do apartamento e então o doaram. Porém, a atitude acabou causando polêmica nas redes sociais.

“Essa raça tem tendência a ter problema de displasia coxo-femural. Como ele ainda era pequeno e isso não era uma certeza absoluta, era uma coisa que ele poderia ter ou não, a gente achou que tudo bem. Que não fosse ter nenhum tipo de problema. Só que ele foi crescendo e foi começando a ter dificuldade de ficar em pé”, afirmou ele.

Grávida de 8 meses, Mayra Cardi rebate críticas por magreza e barriguinha discreta: “Galera ignorante”

O ator ainda contou que o animal foi diagnosticado com displasia e teria que fazer fisioterapia e, se continuasse andando naquele piso teria um problema maior. Iria poder ficar sem andar e acabar tendo que operar pra consertar o dano que o piso estava fazendo nele. No início, tentei entender se caso ele fizesse a fisioterapia e fizesse algum tipo de esforço muscular, se isso resolveria, uma vez que seria inviável eu trocar o piso de uma casa que nem é minha, já que moramos de aluguel, e muito menos mudar de casa, sendo que temos um contrato e teríamos que pagar multa pra sair.  Ela me garantiu que se ele continuasse morando na nossa casa, com esse piso, não teria muito o que fazer, ia acabar acentuando cada vez mais o problema dele”, completou.

Casada com Arthur Aguiar, Mayra Cardi se declara para ex no Instagram

“Pra mim, foi muito difícil e até por isso que nunca vim até aqui falar sobre isso. Porque é uma ferida que não cicatrizou ainda. Só que, como disse lá em cima, hoje vivemos numa época que não temos mais direito de nada. em de guardar pra gente as nossas dores. Tudo tem que ser falado e justificado. Maldade não é você pensar no que é melhor pro seu cachorro ou pra pessoa que você ama, mesmo que isso não seja o melhor pra você. Maldade é você só pensar em você e dane-se se isso vai ser bom ou não pro seu cachorro ou pra pessoa que você ama! Eu tenho orgulho de ter conseguido pensar somente no que era melhor pra ele. E hoje eu sei que ele está superfeliz onde ele está e está sendo super bem tratado. É isso que importa. A felicidade e saúde dele”, finalizou ele.

Deixe seu comentário